Aulas presenciais ficam suspensas por mais 40 dias em Goiás

Durante o período de isolamento as aulas na rede pública e privada devem ser virtuais

As aulas presenciais em todo estado seguem suspensas até o dia 30 de maio. A norma consta na nota técnica da Secretaria Estadual de Saúde. Cerca de 90% das escolas da rede estadual de ensino já aderiram ao regime e realizam aulas a distância desde o dia 23 de março.

Desde o início das medidas de isolamento e combate ao coronavírus, o Conselho Estadual de Educação autorizou a execução de aulas não presenciais, após o Governo de Goiás determinar a suspensão das aulas presenciais para combater a disseminação do novo Coronavírus (Covid-19).

Desde a implantação, coordenadores regionais, gestores e professores da rede estadual têm desenvolvido ações pedagógicas para manter o cronograma letivo e alcançar o maior número de alunos.

As ferramentas e estratégias adotadas para esse fim são videoaulas, grupos de WhatsApp, Google Classroom, listas impressas e entrega de materiais didáticos nas casas ou em pontos de referência da comunidade.

Portal online

Para auxiliar professores e estudantes da rede estadual nas aulas não presenciais, o Governo de Goiás lançou um portal de conteúdos com aulas e listas de atividades para todas as séries do Ensino Fundamental e Médio. Atualizado semanalmente, o Portal NetEscola suplementa as aulas elaboradas pelos professores com conteúdos de todas as áreas do conhecimento.

O Portal NetEscola pode ser acessado por qualquer usuário neste link. O layout é simples, interativo e adaptável aos dispositivos móveis.

Alunos sem acesso à internet

Em comunidades sem acesso à internet, as escolas estão organizando entrega de atividades, agendamento telefônico com os pais e impressão de listas. O mesmo cuidado tem sido adotado com os estudantes da zona rural.

No Colégio Estadual Oscar Ribeiro da Cunha, por exemplo, localizado em Rio Verde, os coordenadores pedagógicos entram em contato com os pais e estabelecem um ponto de entrega e distribuição das atividades. Semanalmente, um dos coordenadores vai até o local combinado e entrega as listas, que são retiradas por pais e alunos da região.

No município de Santo Antônio da Barra, segundo a coordenadora regional, a estratégia foi outra. Antes das aulas não presenciais terem início, os gestores do Colégio Estadual Hermínio Rodrigues Leão agendaram com cerca de 120 pais o melhor horário para a retirada das atividades na escola. Também foi solicitado aos pais da zona rural que possuem acesso à internet que compartilhassem com os demais as atividades e as tarefas propostas pela escola.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.