Atos por mais vacinas e contra Bolsonaro são registrados em 16 capitais

Entre as reivindicações estão o pedido de mais vacinas contra a Covid-19 e a volta do auxílio emergencial no valor de R$ 600

Manifestação em Brasília | Foto: Júlio Oliveira/PT Brasil

Cerca de 16 capitais brasileiras realizam atos contra o governo de Jair Bolsonaro (sem partido) neste sábado, 19. Entre as reivindicações estão o pedido de mais vacinas contra a Covid-19 e a volta do auxílio emergencial no valor de R$ 600.

Goiânia foi uma das capitais a registrar manifestações contra o presidente nesta manhã. Segundo os organizadores, foram confirmados atos de  protesto em 319 cidades. Em Brasília, dois movimentos foram organizados entre 8h e 9h. Na Esplanada dos Ministérios, ocorreu uma passeata.

Na capital Belo Horizonte, a manifestação ocorre nesta tarde com concentração na Praça da Liberdade. Já em Belém, os manifestantes pediram a ampliação da vacinação e criticaram a postura do governo na pandemia. Pernambuco também registrou atos.

No Rio de Janeiro, houve uma passeata na Avenida Presidente Vargas. A pista foi interditada para a marcha, que teve início às 11h15. Os organizadores distribuíram máscaras para os participantes do ato. A dispersão está marcada para a tarde, sem horário definido.

Em São Paulo, a manifestação ocorre nesta tarde. O ponto de encontro divulgado pelos organizadores é o MASP, na Avenida Paulista.

Os protestos já foram registrados em Aracaju (SE), Belém (PA), Boa Vista (RR), Brasília (DF), Goiânia (GO), João Pessoa (PB), Maceió (AL), Recife (PE) e Rio de Janeiro (RJ). Em Belo Horizonte (MG), Curitiba (PR), Manaus (AM), Porto Alegre (RS), Salvador (BA), São Luís (MA) e São Paulo (SP).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.