Assembleia deve analisar nomes para Conselho Estadual de Educação nesta semana

Raquel Teixeira está entre os nomes indicados pelo governador

Raquel Teixeira | Foto: Seduce

A Assembleia Legislativa de Goiás deve analisar nesta semana o projeto de Lei nº 4811/18, de autoria da Governadoria do Estado de Goiás. O projeto indica o nome de Raquel Figueiredo Alessandri Teixeira, Liliane Morais Batista de Sá e Maria do Carmo Ribeiro Abreu para compor o Conselho Estadual de Educação.

A intenção é colocá-las na condição de membros titulares, como representantes da Secretaria de Estado de Educação, Cultura e Esporte (Seduce), pelo período de quatro anos, a partir das datas das respectivas posses.

Raquel Teixeira foi candidata a vice-governadora na chapa do governador José Eliton. Ela tem graduação em Linguística e mestrado pela Universidade de Brasília (UnB) e doutorado em Filosofia pela University of California at Berkeley (EUA). Atualmente é professora adjunto da Universidade Federal de Goiás (UFG) e colaboradora da UnB. Tem experiência na área de Letras, com ênfase em Línguas Indígenas.

Maria do Carmo Ribeiro é graduada em Pedagogia pela UFG, especializada em Psicopedagogia pela Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC-GO); mestre em Educação pela Universidade Católica de Brasília (UCB). Atualmente é membro da diretoria da Associação Brasileira de Psicopedagogia seção Goiás. Possui experiência na área de Educação e Políticas Públicas com ênfase em avaliação institucional, gestão, inovação, ensino e aprendizagem.

Liliane Morais é graduada em Serviço Social pela PUC-GO; especialista em Políticas Públicas pela UFG; coordenadora técnica dos cursos superiores de Tecnologia da Faculdade Cambury entre 2002 a 2006. Hoje ela é superintendente da Escola De Governo Henrique Santillo, da Secretaria de Estado de Gestão e Planejamento.

A proposta foi encaminhada à Comissão Mista para avaliação dos parlamentares.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.