Arquiteto aposentado constrói maquete em homenagem ao aniversário de Goiânia

Ferromodelista por paixão, Nicolau Calil Musse, 77 anos, reproduziu a Antiga Estação Ferroviária, patrimônio Art Decó da Capital

Maquete em homenagem aos 88 anos de Goiânia | Foto: Divulgação

Nicolau Calil Musse, 77 anos, é filho de imigrantes libaneses, nascido na cidade Guaxupé (MG), em 1944. Mudou-se para Goiânia aos 23 anos, em 1967, e se formou alguns anos depois em Arquitetura pela então Faculdade Católica de Goiás. Trabalhou durante 16 anos no antigo IPLAN, da Prefeitura de Goiânia e seis anos na Secretaria Municipal de Governo.

Atualmente, o arquiteto é aposentado e apaixonado por maquetes, tem como hobby o Ferromodelismo, onde recria, há cinco anos, em uma maquete no seu ateliê, suas lembranças dos tempos de criança com as locomotivas e estradas de ferro.

“Há muitos anos eu construo essa maquete, que inclusive tem os movimentos reais dos trens, que percorrem os trilhos. Então, pelo aniversário de Goiânia, eu construí outra especialmente dedicada à Antiga Estação Ferroviária. A escolhi por ser um patrimônio tombado pelo IPHAN e uma das mais importantes representações da Art Decó em Goiânia. Foram 30 dias de produção e ela está aí prontinha”, afirma Nicolau.

Veja os detalhes da maquete feita pelo aposentado:

Ele conta que a ideia da maquete da Estação Ferroviária surgiu para agregar força na criação de uma Associação Goiana de Ferromodelismo, que pretende contar a história das estradas de ferro goianas.

O ferromodelista afirma que o processo criativo passa desde a concepção do espaço e pesquisa por imagens, fotografias físicas do espaço a ser executado, estudo das plantas arquitetônicas disponíveis até a elaboração de projetos no computador para corte e montagem da maquete.

“É um trabalho minucioso de arte e arquitetura que encanta a mim e a todos. O maior desafio foi descobrir como fazer as esquadrias (portas e janelas) que acabaram sendo impressas em papel vegetal. Utilizei de madeira, papéis com texturas impressas imitando as originais, impressões em 3D e tintas variadas para acabamento. Tudo junto e no fim sempre dá certo. É a minha paixão pela cidade materializada”, finaliza.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.