Aprovado projeto que obriga postos a avisarem sobre alta dos combustíveis

Com informações, Ministério Público deve lançar aplicativo de celular que ajudará os goianos a encontrar os postos com melhores preços

Foi aprovado em definitivo na tarde desta quinta-feira (9/11) o projeto que obriga os postos de combustíveis a avisarem o Ministério Público do Estado de Goiás (MP-GO) sempre que alterarem o valor cobrado pelo litro de etanol, diesel e gasolina.

A norma foi proposta pelo Governo do Estado com o objetivo de aumentar a fiscalização e evitar aumentos que configurem cobrança abusiva.

Com as informações colhidas, o MP pretende lançar o aplicativo de celular “MP de olho na bomba” para ajudar os goianos a encontrar os postos de combustíveis com melhores preços.

Altas consecutivas 

Durante o mês de novembro a gasolina já teve alta de 7,4%. De acordo com o Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo no Estado de Goiás (Sindiposto), o litro da gasolina deve chegar a R$5,00 em Goiânia.

Em nota, a Petrobras afirmou que esses reajustes foram causados principalmente pelo aumento das cotações dos produtos e do petróleo no mercado exterior, influenciado pela geopolítica internacional, assim como pela continuidade da política de contenção da oferta pela Organização dos Países Produtores de Petróleo (Opep)

Revoltados com o aumento, motoristas goianienses têm realizado manifestações em postos da capital abastecendo o valor de R$0,50 e exigindo nota fiscal.

Deixe um comentário