Após um mês, vítima de acidente no Mutirama segue internada sem previsão de alta

Mulher de 56 anos está hospitalizada no Hugo desde o dia da tragédia, depois que brinquedo Twister sofreu uma pane

O acidente no Parque Mutirama que deixou treze pessoas feridas completa um mês neste sábado (26/8).

Depois que o brinquedo Twister sofreu uma pane, três pessoas foram internadas no Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo). Iraci Francisca da Conceição, de 56 anos, segue no hospital desde então.

De acordo com o boletim médico do hospital, o quadro de saúde da paciente é regular, mas não há previsão de alta. A vítima já passou por quatro cirurgias.

Veja o boletim:

Estado de Saúde: regular. Paciente permanece internada em um leito de Enfermaria, orientada, consciente, verbalizando, se alimentando por via oral e respirando de forma espontânea. Não há previsão de alta médica.

Assessoria de Comunicação do Hugo

De acordo o delegado Isaias de Araújo Pinheiro, em entrevista ao Jornal Opção, Iraci prestou depoimento sobre o acidente.

Tragédia

O grave acidente deixou 13 pessoas feridas. A atração chamada “Twister” sofreu uma pane, jogando as pessoas ao chão. Vídeos postados nas redes sociais mostram o desespero de quem estava no local após o ocorrido.

Responsável pelo Mutirama, o diretor Frank Fraga classificou o ocorrido como uma “tragédia” e garantiu que a manutenção é feita periodicamente.

Desde então, o parque está interditado e é alvo de investigações quanto a manutenção dos brinquedos e quanto a desvios de verba das bilheterias.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.