Após rompimento, três vereadores de Goiânia devem deixar PMDB

Sinalização é do presidente metropolitano do partido, Bruno Peixoto. Parlamentares devem deixar a sigla para permanecer na base do prefeito Paulo Garcia (PT)

vereadores pmdb eudes vigor mizair lemes jr paulo borges

Segundo líder metropolitano, Eudes Vigor, Mizair Lemes Jr. e Paulo Borges devem deixar o PMDB para permanecer na base do prefeito Paulo Garcia (PT) | Fotos: reprodução/Câmara

Na manhã desta segunda-feira (21/3), o presidente do diretório metropolitano do PMDB, deputado estadual Bruno Peixoto, confirmou ao Jornal Opção que o partido é agora oposição ao governo municipal do prefeito Paulo Garcia (PT). Segundo Peixoto, já é confirmada a saída de Eudes Vigor e está sinalizada a desfiliação de Mizair Lemes Jr. e Paulo Borges, licenciado do cargo de vereador e secretário municipal de Desenvolvimento Econômico.

O deputado deu a entender ainda que mais vereadores podem deixar o PMDB. “Devem permanecer de três a cinco vereadores do PMDB na Câmara”. Atualmente a sigla tem sete parlamentares na Casa.

Quanto aos cargos ocupados por filiados nas secretarias de governo, o presidente metropolitano informou que estarão à disposição do prefeito Paulo Garcia e na próxima semana  fará a deliberação oficial. “Vamos orientar nossos vereadores que confirmem oposição a atual gestão em reunião na próxima semana”, explicou.

O vereador e secretário Paulo Borges negou, ao Jornal Opção, qualquer definição neste sentido. Segundo ele, não há negociação para que ele deixe o PMDB.

Eudes Vigor e Mizair Lemes Jr. confirmaram à possibilidade de deixar o PMDB. No entanto, não têm nada definido ainda.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.