Após reclamar de galo que cantava “Bolsonaro” vizinho é morto

Segundo informações da polícia, Ricardo Carneiro Montojos foi morto com tiros e pedradas

Na tarde desta sexta-feira, 29, Marcos Custódio Ferreira, de 52 anos, foi preso por assassinar seu vizinho Ricardo Carneiro Montojos com tiros e pedradas, segundo policiais civis da 105ª DP (Petrópolis). Marcos teria cometido o crime após ouvir reclamações de Ricardo sobre seu galo que cantava “Bolsonaro”.

O crime teria acontecido no dia 4 de setembro. Marcos teria atirado contra Ricardo próximo à entrada do Parque Nacional da Serra dos Órgãos, no bairro Bonfim. Com o corpo do vizinho já caído, ele ainda teria pegado uma pedra de 8kg e golpeado sua cabeça, o que teria causado a morte de Ricardo.

Marcos, então, teria fugido para dentro da mata e só reapareceu para prestar depoimento dias depois e acompanhado de um advogado. Ele relatou que sempre teve desavenças com o vizinho e que Ricardo teria dito que Marcos ensinou um dos seus galos a cantar “Bolsonaro”, porque sabia que ele não gostava do presidente.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.