Após nova saia justa, Maisa chora e abandona palco de Sílvio Santos

Apresentador reuniu em gravação a adolescente com Dudu Camargo, do telejornal “Primeiro Impacto”

Reprodução/SBT

O apresentador Sílvio Santos reuniu em gravação nesta terça-feira (27/6) Maisa Silva e Dudu Camargo. Após “surpresa”, a atriz saiu do palco chorando. A informação é da revista Veja.

De acordo com a publicação, no “Jogo dos Pontinhos”, com a presença de todos os participantes, Dudu apareceu enquanto Maisa comentava a confusão entre os dois. Sílvio Santos, então, pediu que eles trocassem um abraço e, se possível, um selinho.

A apresentadora que ficou famosa ainda na infância, chorou no estúdio e abandonou o palco no meio das gravações. Segundo a revista, nos bastidores, o pai de Maisa ainda proibiu o rapaz de mencionar a filha nas redes sociais.

Silvio ainda teria dito que viu todas as aparições de Dudu na televisão nos últimos dias e afirmou que ele “está pronto”, prometendo que irá mantê-lo no comando do telejornal que apresenta e ainda vai dar a ele um programa de auditório.

O dono do SBT também teria dito a seu diretor, Fabiano Wicher, que não convidasse mais Maisa para seu programa por causa do que aconteceu durante a gravação desta terça.

Entenda o caso

No último dia 18, os dois participaram do Programa Sílvio Santos e o apresentador sugeriu que eles formassem um casal. Maisa recusou e gerou polêmica na internet.

Enquanto isso, Dudu foi acusado por um suposto ex-namorado de agressão e abuso. O jovem nega qualquer tipo de relacionamento e chegou a registrar um boletim de ocorrência.

1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Rachan

O caro daquele panamericano supostamente envolvido em falcatruas, que, através do lula, transpareceu que deu golpe na grana do trabalhador brasileiro da caixa para salvar a família, agora assedia criança. Sinto agredido e com vergonha desta cultura autoritária machista e impune, dos que se acham donos de seres humanos. Força MENINA, o ECA te ampara…. Cadê a polícia?