Após identificação de suspeitos, PC prorroga força-tarefa para elucidar morte do menino Danilo

Delegacia Estadual de Investigações de Homicídios trabalha com mais de uma linha de investigação

O garoto Danilo de Sousa Silva, de 7 anos | Foto: TV Anhanguera/ Reprodução

A Polícia Civil de Goiás informou nesta sexta-feira, 31, que a força-tarefa que investiga a morte do menino Danilo de Sousa Silva, teve seu prazo de trabalho prorrogado até a próxima sexta-feira, dia 7 de agosto. Ao todo, 20 policiais civis da Delegacia Estadual de Investigações de Homicídios (DIH) trabalham no caso.

A DIH adianta que já realizou dezenas de diligências de campo, laudos periciais foram confeccionados e testemunhas foram inquiridas. Segundo informações da Polícia Civil, os suspeitos do crime já foram identificados e a força-tarefa trabalha com mais de uma linha de investigação.

A população também pode contribuir com informações sobre o caso por meio do Disque-Denúncia 197 ou pelo número (62) 3201-1220. O sigilo das informações prestadas é garantido constitucionalmente. A Polícia Civil reitera que o crime será elucidado de forma rápida, eficaz e definitiva.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.