Após dois escândalos, Tony Ramos rompe contrato com Friboi

No centro de polêmicas com a Operação Carne Fraca e com o escândalo de corrupção denunciado com Joesley Batista, empresa não terá mais o ator como garoto-propaganda

Depois da jornalista e apresentadora Fátima Bernardes romper seu contrato com a Seara por causa do envolvimento da empresa nas irregularidades denunciadas pela Operação Carne Fraca, foi a vez do ator Tony Ramos romper sua parceria com a Friboi. Ambas as empresas fazem parte do grupo JBS. As informações são da da colunista Mônica Bergamo, da Folha de São Paulo.

Para fazer as propagandas da Friboi, Tony recebia um cachê de cerca de R$ 5 milhões. Como o grupo foi alvo de duas grandes polêmicas recentemente — além da Carne Fraca, a JBS também está no centro da crise envolvendo o presidente Michel Temer (PMDB) e o empresário e dono da JBS, Joesley Batista –, ele já vinha avaliando a possibilidade do rompimento.

Na época em que a Carne Fraca foi deflagrada, Tony afirmou que era apenas contratado pela empresa de publicidade responsável pelas campanhas da JBS, mas garantiu acreditar na qualidade dos produtos da Friboi. Mesmo assim, ele já havia adiantado que tinha direito de interromper o contrato e que iria avaliar o caso.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.