Após desincompatibilização, novos auxiliares assumem pastas no governo e prefeituras; veja o que mudou

No Estado e municípios de Goiânia e Aparecida, secretários já assumiram gestão; em Goiânia, três pastas seguem sem novos nomes

Com encerramento do prazo para desincompatibilização dado pela Justiça Eleitoral no último sábado, 2, diversos cargos do primeiro escalão foram deixados, em detrimento da disputa por algum cargo eletivo nas eleições de 2022. O processo era voltado para aqueles que pretendem disputar o pleito este ano e que precisam renunciar aos cargos, conforme legislação. Desta forma, novos nomes de secretários e secretárias de Estado, do Paço de Goiânia e Aparecida de Goiânia já foram anunciados para assumirem gestão.

No Estado, cinco auxiliares foram exonerados no dia 2 pelo governador de Goiás, Ronaldo Caiado (União Brasil). Em Goiânia, o número foi menor, sendo que quatro titulares do primeiro escalão se desvincularam do Paço para a disputa eleitoral. Já em Aparecida de Goiânia, foram três novos titulares já anunciados, e mais quatro como interinos.

Com isso, os novos nomes que devem assumir como auxiliares no Estado são:

Sandro Rodrigues

No lugar de Ismael Alexandrino (PSD), na Secretaria de Saúde de Goiás (SES-GO), o novo representante será Sandro Rodrigues, atual Superintendente Estadual de Ação Integral à Saúde. De acordo com Ismael, a escolha foi realizada por Caiado em função de Sandro ter um perfil técnico que vai poder dar continuidade ao trabalho realizado na pasta.

Manoel de Castro

Também conhecido como “Fião”, a indicação do governador para tornar Castro o novo presidente da Companhia de Desenvolvimento Econômico de Goiás (Codego) foi aprovada por unanimidade, nesta terça-feira, 3, por membros do Conselho de Administração da estatal. Fião de Castro já foi vereador de Goianésia e é formado em Direito pela Faculdade Evangélica de Goianésia e também em Gestão Pública. É agricultor e pecuarista desde 1986, além de empresário. Também trabalhou como bancário e contador.

Renato Brum

O novo secretário de Segurança Pública do Estado é o coronel Renato Brum. O militar deixa o cargo de comandante-geral da Polícia Militar de Goiás (PM-GO) para chefiar a pasta estadual de segurança. Quem ocupava o cargo era Rodney Miranda (Republicanos).

Eduardo Machado

Uma troca no Departa Estadual de Trânsito de Goiânia (Detran-GO) também ocorreu neste período. Marcos Roberto Silva deixou a gestão e no lugar entra Eduardo Machado. Porém, a saída de Marcos se deu pois ele será um dos coordenadores da chapa do União Brasil. O novo titular, Eduardo, é formado em Direito, Economia, Jornalismo e pós-graduado em Contabilidade Pública. Ele foi secretário de Estado por quatro vezes e presidente da Metrobus.

No Estado, até o momento, segue sem definição quem irá chefiar as Centrais de Abastecimento de Goiás S/A (Ceasa). Na Educação, Selma Bastos também deixou o posto para concorrer a uma cadeira na Assembleia Legislativa de Goiás (Alego). A ex-prefeita de Goiás estava na subsecretária de Governança Educacional da Secretaria de Educação do Estado de Goiás (Seduc) e, até então, posto não foi ocupado.

Já em Goiânia, sabe-se que quatro cargos de primeiro escalão foram desocupados para a corrida eleitoral de 2022. Porém, até o momento, apenas um nome foi divulgado para assumir a gestão no Paço de Goiânia. Sendo assim, a Secretaria de Direitos Humanos e Cidadania e a pasta de Desenvolvimento Humano e Social continuam com nomeação pendente. Confira:

Jeová de Alcântara Lopes

O auditor de tributos municipais da Prefeitura, Jeová de Alcântara, entra no lugar de Carolina Pereira (Republicanos) no Programa de defesa do consumidor (Procon). O mais recente gestor possui graduação em Administração de Empresa pelo Centro Universitário de Goiás e mestrado em Desenvolvimento e Planejamento Territorial pela Pontifícia Universidade Católica de Goiás).

Na Prefeitura de Aparecida de Goiânia, novos nomes já foram confirmados. Porém, quatro pastas estão com titulares interinos, no aguardo de novas determinações. Confira lista:

Hans Miller

Deixando a Câmara Municipal para assumir a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação, Hans Miller (PSD) é formado em Ciências Sociais pela Universidade Federal de Goiás (UFG). O vereador entra no lugar de Johnathan Medeiros na pasta.

Aldivo Araújo

Depois de ficar, interinamente, com Hilário Giacomet, a Secretaria de Desenvolvimento Urbano passa, agora, a ser administrada pelo, também, vereador Aldivo Araújo (MDB). O político assumiu o lugar de Max Menezes (PSD). 

Divino Ajax

Mais uma formulação foi na Secretaria de Articulação Política. Isto porque o novo auxiliar da pasta será Divino Ajax, que estava como secretário executivo de Apoio à Gestão. Agora, Divino substituiu Ricardo Teixeira na pasta de política.

Júlio César (interino)

Assume a Secretaria de Planejamento e Regulação Urbana no lugar de Verter Martins Júlio César de Queiroga Araújo.

Valéria Frazão (interino)

Na pasta de Desenvolvimento Econômico, até o momento, quem assume no lugar de Marlúcio Pereira, interinamente, é Valéria Franzão.

Avelino Marinho (interino)

Sendo o representante da Secretaria de Cultura, Avelino também assume, de forma interina, a Secretaria de Ação Integrada, que era gerida por Vanilson Bueno.

Davi Lorero (interino)

Na pasta de Relações Institucionais, no lugar de Felipe Côrtes, assume Davi Lorero, que foi secretário executivo do Gabinete de Segurança. O advogado também já foi procurador da Câmara Municipal.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.