Aparecida de Goiânia suspende isolamento por escala após redução de casos da Covid-19

Suspensão passa a valer a partir da próxima segunda-feira, 9; portaria será publicada com regras que ainda deverão ser seguidas pela população

Comércio em Aparecida de Goiânia | Foto: Claudivino Antunes

Em razão da desaceleração dos casos ativos de Covid-19, segundo dados levantados pela Secretaria Municipal de Saúde, o Comitê de Prevenção e Enfrentamento à Covid-19 de Aparecida de Goiânia decidiu suspender o isolamento social intermitente por escalonamento regional. Isolamento será suspenso a partir da próxima segunda-feira, 12. Para oficializar, Prefeitura publicará portaria com regras que ainda deverão ser seguidas com a população.

Para a suspensão, comitê considerou a estabilidade no número de casos ativos para Covid-19 e na ocupação de leitos em Unidades de Terapia Intensiva (UTI) na cidade. “Com a estabilidade e desaceleração de casos e com a lotação dos leitos de UTI em torno de 60%, estamos avançando mais um passo. Porém, todos devem continuar adotando medidas preventivas como uso da máscara, lavar as mãos com frequência e, sobretudo, não promover aglomerações”, afirmou, Gustavo Mendanha, prefeito de Aparecida.

A decisão foi baseada nos dados apresentados pela secretaria municipal de Saúde, que mostra desaceleração dos casos ativos de Covid-19 na cidade.  Nova portaria deve ser publicada nos próximos dias suspendendo o escalonamento e ressaltando as regras que ainda precisam ser seguidas pelos moradores e comerciantes. 

O isolamento social intermitente por escalonamento está vigente na cidade há 132 dias com o objetivo de reduzir a disseminação do coronavírus no município. O modelo, que foi dividido em fazer, fez com que as macrozonas do comércio funcionassem em dias alternados da semana.

Mendanha ainda ressalta que a fiscalização seguirá normalmente para evitar que as medidas sanitárias sejam descumpridas na cidade. “Nossos fiscais estarão nas ruas, nos comércios para fazer cumprir o que diz a legislação. Precisamos que todos entendam este momento e colabore, a pandemia ainda não acabou”, pontua.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.