Aparecida de Goiânia segue em cenário laranja e continua escalonamento regional na próxima semana

Análises semanais serão mantidas para atualização do cenário conforme situação da transmissão do vírus na cidade

Cidade de Aparecida de Goiânia. | Foto: Prefeitura de Aparecida de Goiânia/reprodução

Após reunião do Comitê de Prevenção e Enfrentamento à Covid-19 em Aparecida de Goiânia, realizada na tarde desta quinta-feira, 18, a Prefeitura de Aparecida de Goiânia decidiu manter o isolamento social intermitente por escalonamento regional na próxima semana. Cenário de alto risco foi analisado através de dados apresentados pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS), com base na Matriz de Risco.

Com a continuidade do cenário laranja, atividades consideradas não essenciais seguem suspensas. Estão entre elas os eventos públicos e privados que promovam aglomeração, cinemas, museus, academias, reuniões, bibliotecas, salões de beleza, entre outras. Aulas presenciais de ensino público e privado, de ensino fundamental 2, ensino médio e superior, também estão suspensas.

“O resultado dessa estratégia é analisado após 7 dias, contados a partir de sua implementação. A intenção é aumentar o índice de isolamento social para reduzir a taxa de ocupação dos leitos de UTI e enfermarias”, explica a Prefeitura de Aparecida de Goiânia em nota oficial, ao adotar o modelo em 2021. Assim, análises semanais permanecerão sendo feitas para atualização de medidas conforme situação da transmissão do vírus na cidade.

Pela Matriz de Risco, para manutenção do escalonamento, foram analisados o número de casos ativos da Covid-19, o percentual de resultados positivos de exames de PCR, taxa de transmissão e letalidade do vírus, de ocupação de leitos nos hospitais e de média de afastamento dos profissionais de saúde.

Segundo a Prefeitura Municipal, só serão reduzidas as restrições caso Aparecida volte ao cenário moderado ou estável, que são os estágios amarelo e verde, respectivamente. Por outro lado, caso avance ao cenário vermelho, medidas restritivas deverão ser endurecidas.

“O enfrentamento à Covid-19 em Aparecida é a união da estratégia de testagem em massa, monitoramento dos casos ativos, ampliação de leitos e medidas restritivas como o isolamento social intermitente por escalonamento regional”, afirmou o secretário de Saúde e coordenador do Comitê de Aparecida, Alessandro Magalhães.

O Comitê de Prevenção e Enfrentamento à Covid-19 em Aparecida é composto por representantes da Prefeitura, da Câmara Municipal, do Ministério Público Estadual, do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), da Aciag, da Fieg, do Fecomércio, de hospitais privados da cidade, do Conselho das Associações de Moradores e do segmento religioso.

Escalonamento das macrozonas

Na próxima semana, as escalas se manterão iguais às definidas no último sábado, 13, e fechará quatro macrozonas por dia da semana entre segunda e sexta-feira.

Assim, na segunda-feira, fecharão as macrozanas Vila Brasília, Buriti Sereno, Alto Paraíso e Cidade Livre. Na terça-feira, estarão suspensas as regiões Vila Brasília, Garavelo, Alto Paraíso e Zona da Mata. Já na quarta-feira, será a vez do fechamento na Zona da Mata, Expansul, Garavelo e Centro. Quinta, serão fechadas Santa Luzia, Expansul, Papillon e Centro. Na sexta-feira, fecharão Santa Luzia, Buriti Sereno, Papillon e Cidade Livre. Por fim, aos sábados, todas as macrozonas deverão fechar a partir da uma da tarde, e aos domingos, o dia todo.

Combate à Covid-19

Desde a primeira semana de março, municípios goianos adotaram medidas restritivas para conter a transmissão do novo coronavírus. Com a superlotação das redes pública e privada de saúde, decretos mais rigorosos foram postos em vigor desde a última segunda-feira, 15.

Apesar da capital goiana ter adotado o modelo 14 por 14 – duas semanas de restrição, seguidas de outras duas de flexibilização – também decretado em cenário estadual, nem Goiânia, nem Aparecida seguiram as medidas estaduais que vigoram desde a última quarta-feira. Ambas possuem suas próprias regras restritivas de âmbito municipal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.