Ao votar em Dr. Antônio, Lêda Borges diz que ele sofreu humilhações no Executivo

Deputada destacou que médico abriu mão de candidatura para apoiar Lissauer

Durante votação da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa, a deputada estadual Lêda Borges (PSDB) votou em Dr. Antônio (DEM) para a primeira vice-presidência e destacou que ele teria sofrido humilhações no Executivo.

Na fala, a deputada se referia a uma suposta rejeição do governador Ronaldo Caiado (DEM) à candidatura do correligionário, já que apoiava o nome de Álvaro Guimarães (DEM).

Lêda ainda pontuou: “Um médico que abriu mão de disputar a presidência”. Pois o democrata iria concorrer ao cargo e desistiu para compor chapa do eleito Lissauer Vieira (PSB).

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.