Ao analisar pesquisas, Baldy diz que há espaço para segundo turno

O ministro afirmou, também, que houve pouca alteração no cenário eleitoral ao governo estadual na última semana

Foto: divulgação

O ministro das Cidades, Alexandre Baldy (PP), votou neste domingo (7) em Goiânia e, ao conceder entrevista, afirmou que houve pouca alteração no cenário eleitoral na disputa pelo governo estadual na última semana, ao analisar as pesquisas do Instituto Ibope divulgada na noite deste sábado (6/10). Ele diz, ainda, que dados indicam eventual segundo turno entre o candidato do MDB Daniel Vilela e o democrata Ronaldo Caiado.

A eleição presidencial interferiu na movimentação dos candidatos ao Palácio, nas intenções de voto, por ocupar mais tempo na cabeça do eleitor goiano. “A campanha a nível nacional vai refletir no resultado das urnas em Goiás. As eleições, em todos os níveis, sofrerão impacto da polarização nacional entre direita e esquerda. As pessoas discutiram muito mais a eleição ao Planalto do que a estadual”, avaliou o ministro e presidente estadual do PP.

Sobre o eventual segundo turno ao governo de Goiás em que acredita, Baldy entende que a possibilidade é maior ao candidato do MDB, Daniel Vilela, do qual seu partido firmou coligação ao Palácio, com indicação de Heuler Cruvinel a vice-governador, e o ex-prefeito de Senador Canedo ao Senado Federal, Vanderlan Cardoso.

Baldy aposta em mais três semanas de campanhas nas ruas e debates na mídia entre o candidato democrata Ronaldo Caiado e Daniel Vilela.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.