A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) determinou a interrupção ou proibição de fabricação, comercialização, distribuição e a utilização de novas pomadas utilizadas para modelagem de cabelos e tranças que estariam causando cegueira temporária. Foram adicionadas à lista de suspensão de uso quatro marcas por suspeita de descumprimento de medidas sanitárias.

A medida aplicada a cada produto pode variar de acordo com a determinação apresentada pela Anvisa. Confira os produtos que são alvos de investigação entre a agência e órgãos de Vigilância Sanitária estaduais sobre relatos de pacientes que apresentaram reação após o uso das pomadas, como cegueira temporária.

Interdição cautelar

Confira lista de pomadas que estão com interdição cautelar determinadas pela Anvisa:

Pomada Capilar Condicionante Modeladora Fixadora Studio Hair Tranças – Muriel, da empresa Beauty Lab do Brasil Ltda;
Pomada Capilar Condicionante Modeladora Fixadora Studio Hair Onduladas – Muriel, da empresa Beauty Lab do Brasil Ltda;
Pomada Modeladora Fixadora Studio Hair Tranças – Muriel, da empresa Beauty Lab do Brasil Ltda;
Pomada Capilar Condicionante Modeladora Studio Hair Extra Forte – Muriel, da empresa Beauty Lab do Brasil Ltda;
Pomada Capilar Incolor Elfa, da empresa Exat Bel Indústria e Comércio de Cosméticos LTDA ME.

Outros produtos estão com medidas restritivas publicadas por irregularidades das empresas ou falta de regularização dos produtos junto à Anvisa. Veja abaixo:

Seax Professional Pomada Modeladora Bright 85g / Seax Professional Pomada Modeladora Fiber Gum 85g / Seax Professional Pomada Modeladora Matte 85g: Proibição da comercialização, distribuição, fabricação, propaganda, uso, assim como o recolhimento
Pomada Modeladora Matte Maxidil Black White / Pomada Modeladora Maxidil Black White: Proibição da comercialização, distribuição, fabricação, propaganda, uso, assim como o recolhimento
Maberu Emejê Pomada: Proibição da comercialização, distribuição, fabricação, propaganda, uso, assim como o recolhimento

Notificar efeito adverso

Caso a pessoa tenha algum efeito adverso com algum produto cosmético, deve-se notificar a Anvisa.