Anvisa autoriza estudo com medicamento para covid e terceira dose da AstraZeneca

Estudos clínicos querem testar eficácia contra infecção da covid-19

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), autorizou, nesta segunda-feira, 19, estudos clínicos de uma terceira dose da vacina AstraZeneca e de um medicamento que pode vir a ser usado contra a covid-19, caso mostre eficácia no tratamento.

No caso da vacina, serão avaliados a segurança, eficácia e imunogenicidade de uma terceira dose da AstraZeneca. O estudo será feito com 10 mil voluntários, da Bahia, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Rio Grande do Norte e São Paulo, que já teriam tomado as duas doses da AstraZeneca, para então, de 11 a 13 meses depois receberem a terceira dose.

Já o medicamento, a Anvisa também autorizou o estudo clinico do Proxalutamida para avaliar sua eficácia contra a infecção do covid. O estudo já está na fase 3 e participam 12 voluntários de Roraima e 38 de São Paulo. Além do Brasil, outros países também estão fazendo testes com esse remédio, como Alemanha, Argentina, África do Sul, Ucrânia, México e Estados Unidos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.