Antecipado pelo Jornal Opção, Veja anuncia que oposição articula CPI para investigar o BNDES

Colunista Joice Hasselmann  afirmou que, nos bastidores da última sessão no Congresso Nacional, comissão quer “devassa” nas contas do Banco Nacional do Desenvolvimento 

Foto: reprodução / Veja

Foto: reprodução / Veja

Destaque na edição 2058 do Jornal Opção, o futuro escândalo envolvendo o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) já começa a ser debatido na imprensa nacional. Na noite desta quinta-feira (18/12), a colunista da revista Veja Joice Hasselmann garantiu que, na última sessão no Congresso Nacional, não se falava em outra coisa.

De acordo com ela, o alerta feito pelo procurador da República Helio Telho, em entrevista exclusiva a este jornal — que já acumula quase 500 mil acessos –, está na mira dos oposicionistas. “Vem aí uma nova CPI, que quer ‘abrir’ a caixa-preta do BNDES”, anuncia. A pergunta que virou centro das discussões em Brasília é o que o procurador goiano questionou: “quanto dinheiro público entrou e quanto saiu do banco”.

Para Veja, o caso deve movimentar o Congresso já nos primeiros dias, haja vista a quantidade de reuniões realizadas nesta quinta (18), bem como as articulações dos senadores. “A oposição quer abertura dos relatórios envolvendo empréstimos secretos do Brasil para outros Países, mas também dos que foram feitos para ’empresas amigas'”, adianta Joice.

A matéria publicada pelo Opção rendeu nota resposta do BNDES, bem como atos de agradecimento durante toda a semana. Ainda na noite desta quinta-feira, a presidente da Associação Comercial Industrial e de Serviços do Estado de Goiás (Acieg), Helenir Queiroz, após parabenizar o editor-chefe, Euler de França Belém, publicou a homenagem em sua página no Facebook.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.