Anselmo Pereira diz que poluição visual na capital é “fruto da omissão do setor público”

Projeto Programa Cidade Limpa-Goiânia apresentado pelo vereador é aprovado e tem objetivo de complementar lei da fachada limpa, proposta pelo prefeito Iris Rezende

Foto: Divulgação / Câmara Municipal de Goiânia

O projeto de lei Programa Cidade Limpa-Goiânia apresentado pelo vereador Anselmo Pereira (PSDB) foi aprovado, em segunda e última votação, na sessão desta quarta-feira (21/11) da Câmara. Agora, documento segue para sanção ou veto do prefeito Iris Rezende (MDB).

Ao Jornal Opção, o vereador explicou que o objetivo do projeto é complementar lei da fachada limpa, proposta pelo prefeito Iris Rezende (MDB), em tramitação na Câmara, para despoluir os núcleos de atividade econômica da capital e preservar a arquitetura Art Déco.

“Caso o projeto do prefeito seja aprovado, e não vier o meu dizendo que não pode poluir e comprometer a identidade visual da cidade, de nada adianta tirar as fachadas. Pois continuarão outras formas de propaganda inadequadas”, destacou Anselmo.

Segundo o autor do projeto Programa Cidade Limpa-Goiânia, a poluição visual no centro de Goiânia e no bairro de Campinas é assustadora, “fruto da omissão perversa do setor público e de uma legislação fraca”, avaliou.

“Precisamos conscientizar os responsáveis e nosso projeto visa dialogar com o setor para que, em conjunto, possamos devolver a beleza à nossa cidade. Precisamos restaurar a identidade visual do nosso patrimônio Art Déco”, finalizou o vereador.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.