A viagem da comitiva goiana à China está em seus primeiros dias e parece já render frutos para o Estado, sobretudo para Anápolis. Transformar o município em um grande centro de distribuição do grupo Alibaba – uma das maiores empresas de comércio eletrônico do mundo – foi justamente o ponto alto de uma reunião entre o gerente da empresa responsável pela América Latina, Kai Li, e o prefeito anapolino Roberto Naves.

A reunião também contou com a presença da deputada estadual e primeira-dama de Anápolis, Vivian Naves, do secretário estadual de Indústria e Comércio, Joel Sant’Anna Braga, do deputado estadual Jamil Calife, e de representantes do Porto Seco, de Anápolis.

Segundo Naves, hoje o grupo Alibaba tem duas bases de distribuição dos produtos que a empresa vende: uma no Rio de Janeiro e uma em São Paulo. No entanto, a partir do encontro dos goianos com Kai Li, ficou encaminhado que, das bases de expansão que eles terão num futuro bem próximo, já previsto para o ano que vem, “tudo indica que será na cidade de Anápolis”.

Comitiva goiana se reuniu com executivo chinês | Foto: Divulgação

“Por todo o potencial que nós temos, por tudo àquilo que nós conseguimos apresentar. Foi uma reunião muito produtiva e que eu tenho certeza que vai render ótimos frutos para a nossa cidade com investimentos, desenvolvimento e ampliação do nosso distrito agroindustrial do Daia”, disse o prefeito, ao ressaltar também o interesse de algumas indústrias chinesas que vendem produtos no mercado consumidor brasileiro de se mudarem para o Brasil para baratearem o custo da produção e, principalmente, a questão dos impostos.

De acordo com Kai Li, a Alibaba está “ativamente pensando na possibilidade de investir no País e observando as potencialidades de Anápolis”. “Nós também queremos buscar parcerias, como vocês aqui, e esperamos construir mais relações no futuro próximo”, destacou o executivo.

Agenda intensa

Algumas reuniões que fazem parte da agenda, organizada pelo governador Ronaldo Caiado, ocorrem de maneira separada. “Nós estamos na comitiva do governador de Goiás, que está se encontrando com alguns líderes, como o embaixador do Brasil aqui na China. Então estamos às vezes tendo que nos dividir para podermos aproveitar melhor o tempo e para poder fazer realmente essa missão”, explicou Roberto Naves.

Vale lembrar que a China, com aproximadamente 1,4 bilhões de habitantes, tem a economia pulsante e atualmente é a maior parceira comercial do Brasil. Recentemente, o Jornal Opção adiantou, com exclusividade, que Caiado articula a abertura de um escritório representativo em Hebei, província chinesa, para facilitar a interlocução entre os os governos e investidores de Goiás e do gigante asiático.

Leia também:

Goiânia entra na mira dos chineses para criar polo de distribuição de produtos