Ao todo, 35 casos foram notificados no Estado neste ano, sendo que 13 já foram alvos de exame

[relacionadas artigos=”115628,115584″]

O Estado de Goiás segue sem casos confirmados de febre amarela em 2018. A Secretaria Estadual de Saúde (SES) informou ao Jornal Opção, nesta segunda-feira (5/2), que já foi realizada, até o momento, a análise de 13 macacos mortos no Estado e que todos os resultados deram negativo para a doença.

Em Goiás, foram notificados, apenas neste ano, 35 casos de macacos mortos. Os demais registros ainda aguardam resultado de análise.

Boletins recentes divulgados pela SES mostram que o Estado permanece sem casos confirmados de febre amarela em 2018, apesar do grande aumento do número de registros da doença em outros estados, como Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo.

Longe disso, o registro de infectados pelo vírus apresentou, na verdade, queda gradativa em Goiás nos últimos anos. Em 2015 foram seis casos confirmados e quatro óbitos; em 2016, 3 casos com 3 óbitos e em 2017 apenas um caso, no qual o paciente também morreu.

Apesar disso, o Estado de Goiás é considerado área endêmica e pertence à Área com Recomendação de Vacina e recebe, mensalmente, uma cota de 80 mil doses da vacina para ser distribuída aos municípios.