A decisão foi tomada na tarde desta quinta-feira, 4, em reunião com o prefeito Iris Rezende

Agenor Mariano, da Secretaria Municipal de Administração, era cotado com possível vice de Iris Rezende (MDB), ou até mesmo se lançar a prefeito. Mas a decisão foi de permanecer na Prefeitura, o que inviabiliza sua candidatura neste ano.

[relacionadas artigos=”258699″]

A decisão foi tomada na tarde desta quinta-feira, 4, em reunião com o prefeito Iris Rezende. “Acabamos de bater o martelo e vou ficar na administração. Foi uma decisão conjunta que levamos em consideração todo o trabalho que tem sido feito em relação as licitações e as tantas obras que são executadas na cidade”, disse ao Jornal Opção.

O prazo para desincompatibilização finalizou. Assim, o secretário não deverá estar no pleito eleitoral deste ano. Agenor avaliou que é importante estar na gestão Iris sendo candidato a reeleição ou não. “Caso Iris decida não se candidatar, precisamos estar sintonizados para fazer dessa a melhor gestão dele. Caso ele resolva ser candidato a releição, vamos precisar de auxiliares alinhados para seguir com o trabalho”, apontou.

Prazos

O debate sobre o possível adiamento das eleições municipais nutre a expectativas de que auxiliares que queiram se candidatar a prefeito ou vice-prefeito possa ter um prazo maior pra descompatibilizar.

Apesar das chances de prorrogar as eleições sejam baixas, se isso ocorrer, poderia dar ao menos mais 30 dias para que secretários da gestão de Iris, como Agenor ou  Paulo Ortegal (secretário de Governo), se mantenham como opção para serem candidatos apoiados por Iris, ou mesmo compor a chapa na vaga de vice-prefeito de Iris Rezende.