Ex-governador esteve na Polícia Federal na tarde desta sexta-feira, 29, para esclarecer pontos que envolvem seu nome na Operação Decantação

Tito Amaral, advogado do ex-governador José Eliton | Foto: Fernando Leite / Jornal Opção

O ex-governador de Goiás, José Eliton (PSDB), depôs na Polícia Federal na tarde desta sexta-feira, 29, sobre a segunda fase da Operação Decantação, que investiga desvios na Saneago.

O advogado do peessedebista, Tito Amaral, não deu muitas informações, mas garantiu que o depoimento foi tranquilo e que o ex-governador pode esclarecer pontos em que seu nome é envolvido na investigação. Ele também disse que a defesa ainda fará uma avaliação para divulgar à imprensa.

Eliton teve o pedido de prisão negado na quinta-feira, 28.