Advogado acusa Atlético de descumprir decisão judicial que aumenta pensão paga à ex-mulher do goleiro Jean

Segundo defesa, decisão do Tribunal de Justiça da Bahia, foi tomada “por conta da questão psicológica das crianças”. Goleiro foi preso, nos Estados Unidos, após ser acusado de agredir à esposa, Milena Bemfica que segue com a guarda dos filhos

Foto: Reprodução

O Poder Judiciário, por meio do Tribunal de Justiça do Estado da Bahia, decidiu aumentar o valor da pensão paga pelo jogador Jean Paulo Fernandes, goleiro do Atlético Goianiense, à ex-esposa, Milena Steffen Bemfica. Ela segue com a guarda das duas filhas após o jogador ter sido preso e enfrentar um processo, nos Estados Unidos, acusado de agredir a mulher durante uma viagem em família.

No entanto, apesar da decisão da Justiça, a defesa de Milena acusa o Atlético Goianiense de desobedecer a sentença. Haja vista que, neste caso, o clube é o responsável por realizar o desconto e depositar os valores na conta indicada pelas alimentadas.

Em entrevista ao Jornal Opção, o advogado de Milena, Gabriel Bonfim, lembra que no dia 15 de janeiro foi estabelecido contato com o clube para informá-los sobre a decisão que havia sido proferida pelo magistrado. “Mas nesse intervalo de tempo o desembargador aumentou em mais de 50% o valor da pensão por conta da questão psicológica das crianças”, argumentou o jurista.

Em seguida, ele relata ter entrado, mais uma vez, em contato com o clube. “Enviamos uma mensagem para o e-mail do time e não tivemos respostas. Depois de ligar insistentemente é que conseguimos falar com uma das pessoas da diretoria que nos orientou a mandar um novo e-mail para o RH do clube. Então, novamente, submeti o pedido ao crivo do Atlético, mostrando que a Justiça aumentou a pensão e determinou cumprimento imediato ainda no mês vigente”.

Segundo Bonfim, o time, mais uma vez, não o respondeu e, chegado o dia 6 – data prevista para o recebimento – os valores não foram descontados do salário do atleta. “Ligamos para o time para entender o que estava acontecendo e enviamos, desta vez, o ofício que determina que os descontos sejam realizados”. “O time não pode se negar a responder o Poder Judiciário nem deixar de realizar esses descontos. Estão incorrendo no crime de descumprimento judicial previsto no Código Penal”, pontuou.

A assessoria de comunicação social do Atlético Goianiense foi procurada pela reportagem haja vista que o time, e não o jogador, é responsável pelo desconto e repasse da quantia. No entanto, foi declarado que o Atlético “não vai se pronunciar” sobre a questão. Por fim, o informe acrescenta que o clube “está ciente, acompanha a situação e está legal perante o caso citado”.

Rompendo o silêncio

Goleiro Jean e ex-mulher Milena Bemfica / Foto: Reprodução

Recentemente, o goleiro falou sobre o episódio durante um coletiva de imprensa. Na ocasião ele argumentou que “toda história tem dois lados”. E completou: “Não estou aqui dizendo que por isso eu estou certo em agredir. Foi uma reação que tive e que nunca tinha tido antes na minha vida. Eu não sou um menino agressor, sou um cara de coração bom. Quem me conhece a mais tempo sabe de toda minha história e se surpreendeu com o que aconteceu”, disse o jogador.

Requerimento

Senador Luiz do Carmo | foto: Reprodução

Em janeiro deste ano, acompanhado da presidente da Comissão da Mulher Advogada, da OAB-GO, Ariana Garcia, e da presidente da Associação Brasileira das Mulheres de Carreira Jurídica Comissão Goiás (ABMCJ), Larissa Bareato, o senador Luiz do Carmo (MDB) apresentou um requerimento de abertura de inquérito policial contra o jogador Jean Paulo Fernandes Filho na Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (DEAM).

“A violência contra mulher está muito grande. Tem que deixar bem claro que o jogador não deve perder o emprego, mas tem que responder pelo crime que cometeu. Ele é uma figura pública. Se ninguém fizer essa denúncia, fica muito fácil. Qualquer homem pode falar ‘olha, o jogador fez e não aconteceu nada’. Então é preciso denunciar para ver se reduz a violência contra mulher”, justificou o senador.

2 respostas para “Advogado acusa Atlético de descumprir decisão judicial que aumenta pensão paga à ex-mulher do goleiro Jean”

  1. GUSTAVO disse:

    O CARA JA FOI INOCENTADO NOS EUA.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.