Advogada criminalista é flagrada pela PRF com supermaconha, em Anápolis

A mulher afirmou não saber que transportava a droga e que havia emprestado o carro para um cliente

Foto: Divulgação PRF

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) flagrou uma advogada de 37 anos de idade transportando skunk na noite desta sexta-feira, 21, na BR 060, em Anápolis. A droga, conhecida como supermaconha, com efeitos potencializados, estava embaixo do banco da motorista.

O veículo que ela dirigia, um Jeep/Compass foi parado na unidade da PRF e durante a fiscalização os agentes encontraram 800 gramas da droga embalada em um pacote de plástico transparente embaixo do banco. A mulher afirmou não saber que transportava a droga e que havia emprestado o carro para um cliente na tarde de ontem.

Ela disse que trabalha como advogada da área criminal e professora na cidade de Caldas Novas, onde reside. Seguia com destino a Brasília quando foi parada pela PRF. Ela foi conduzida para a central de flagrantes de Anápolis.

A reportagem entrou em contato com a subseção da OAB em Caldas Novas que informou que ainda estão levantando as informações relativas ao caso. A matéria poderá ser atualizada a qualquer momento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.