Adriano do Baldy viabiliza conclusão de obra do Minha Casa, Minha Vida em Aparecida

Resultado foi uma combinação de forças do deputado, do prefeito Gustavo Mendanha e do secretário Nacional de Habitação Celso Matsuda

Foto: Divulgação

Aparecida de Goiânia contemplará 3.600 pessoas com 900 imóveis do Programa Minha Casa, Minha Vida, no condomínio habitacional Chácara São Pedro I, II e III. A viabilização ocorreu após a combinação de forças e reunião promovida pelo deputado federal Adriano Baldy, o prefeito Gustavo Mendanha (DEM) e, ainda, o secretário Nacional de Habitação Celso Matsuda. Após o encontro ficou acertado que o governo federal dará o aporte necessário para a sua conclusão.

Neste sábado, 8, a partir das 10h, acontece uma reunião, com presença confirmada de Matsuda, com os beneficiários e familiares, no conjunto habitacional. O intuito é celebrar a retomada dos trabalhos.

Vale destacar que os empreendimentos já estão 70% concluídos, conforme dados da Agência Goiana de Habitação (Agehab). A paralisação ocorreu após os repasses de verbas do governo federal atrasarem.

Vitória

Adriano do Baldy celebrou a conquista. “É com alegria e satisfação que recebemos essa notícia, após nossa reunião com o secretário, que entendeu a importância do destravamento dessa obra que se arrasta há anos. Não é justo essas famílias ficarem tanto tempo esperando, muitas delas até sem condições de ficar pagando aluguel. Agradeço o emprenho do Dr. Celso Matsuda por atender prontamente nosso pedido”.

Por sua vez, Matsuda exclamou que já será autorizada a liberação do expediente para a Caixa Econômica Federal. Ele ainda afirmou que tem certeza de que a população, finalmente, será atendida “com essa solicitação feita pelo nosso deputado em nome da cidade”. O prefeito Gustavo agradeceu, em nome das famílias que serão beneficiadas, ao secretário e o presidente Bolsonaro (PSL).

Minha Casa, Minha Vida

Vale destacar que, Adriano do Baldy, que está à frente da Subcomissão do Programa Minha Casa, Minha Vida que integra a Comissão de Desenvolvimento Urbano da Câmara Federal, acompanha de perto a situação do programa.

Além disso, o parlamentar, ao lado de outros parlamentares goianos, conseguiu que fossem liberados R$ 120 milhões do FGTS para investimentos em habitação e, ainda, o aporte de R$ 400 milhões para investimentos nos empreendimentos do MCMV, que já foram iniciados no Estado e estão paralisados.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.