Vereador e líder do Paço Municipal na Câmara de Vereadores, Carlos Soares avalia que deputada é a que mais “sobressai” no partido até o momento

Nome de Adriana Accorsi é de maior destaque nas discussões internas | Foto:  Fernando Leite
Nome de Adriana Accorsi é de maior destaque nas discussões internas | Foto: Fernando Leite

O nome que está unificando o PT nas discussões internas que tentam definir o pré-candidato à Prefeitura de Goiânia em 2016 é o da deputada estadual de primeiro mandato Delegada Adriana Accorsi. Quem engrossa esse discurso é o líder do prefeito Paulo Garcia (PT) na Câmara de Goiânia, o vereador Carlos Soares.

[relacionadas artigos=”41928,39927″]

“É uma mulher e tem demonstrado muita competência por onde passou. É o que estamos discutindo e tem outros a serem apresentados, mas o que está sobressaindo é o dela. Esse é o raciocínio, a orientação do partido e a nossa prioridade. Provavelmente pode ser ela a nossa candidata a prefeita na próxima eleição”, avalia Carlos.

A tese também tem sido defendida pelo também deputado Humberto Aidar. Ambos têm dito que a sigla terá candidatura própria no ano que vem, em vez de protagonizar uma hipotética vice do ex-prefeito Iris Rezende (PMDB).

Alianças

Carlos defende ainda aliança com os peemedebistas e outros partidos, desde que seja “bom para os dois lados”. Porém, segundo ele, não é possível saber se o PMDB — principal aliado — aceitará que o PT figure futura cabeça de chapa, dúvida a ser esclarecida apenas nas convenções partidárias, em junho do ano que vem. “O PMDB dá sinais de que não quer e nós não vamos ficar esperando. Estamos tentando construir a nossa candidatura porque queremos estar fortes se não houver aliança”, diz Carlos.

De acordo com o petista, a possível manutenção da aliança para o ano que vem em Goiânia entre PMDB e DEM, vista na disputa eleitoral de 2014, é encarada com naturalidade. “Queremos eles [PMDB] como aliados. Se não der certo, que sejam felizes com os deles”, resume.

Recentemente, houve reuniões entre a bancada peemedebista na Assembleia Legislativa, o deputado federal Daniel Vilela e o senador Ronaldo Caiado. O democrata informou após o encontro que a aliança entre as duas legendas estaria acertada “nos finalmentes”.

Leia mais:
Adriana Accorsi é “candidata” para travar candidatura de Edward Madureira e Humberto Aidar
Humberto Aidar diz que PT não vai compor com PMDB e admite ser vice de Edward Madureira
Deputados petistas discordam sobre afastamento entre PT e PMDB
Rubens Otoni diz que Paulo Garcia tem sido ativo nas articulações políticas
Paulo Garcia prepara terreno para Adriana Accorsi na capital