Adriana Accorsi: “A cada 100 pessoas, apenas uma questiona sobre meu partido”

Pré-candidata à prefeitura de Goiânia, deputada diz que população a reconhece por sua seriedade e pelo trabalho como delegada

Pré-candidata Adriana Accorsi cumprimenta feirante na Região Leste  | Foto: reprodução / Facebook

Pré-candidata Adriana Accorsi cumprimenta feirante na Região Leste | Foto: reprodução / Facebook

A deputada estadual e pré-candidata à prefeita de Goiânia Adriana Accorsi assegura que não tem tido dificuldade em interagir com a população da capital. Ao contrário do que alguns sugerem — em especial adversários –, seu partido, o PT, não tem sido empecilho para a pré-campanha.

“Estou em contato direto com a população, tenho cumprido uma extensa agenda de eventos, reuniões, visitas, ouvindo de perto os anseios dos goianienses e é surpreendente a receptividade das pessoas”, disse ela em entrevista ao Jornal Opção, na tarde desta segunda-feira (20/6).

Como exemplo, ela cita a visita à feira da Vila Pedroso, na Região Leste, no último domingo (19), onde entregou informativo sobre seu mandato na Assembleia Legislativa de Goiás. “Andei a feira inteira, cumprimentei todo mundo e conversei com dezenas de moradores. As pessoas me reconhecem pelo meu trabalho como delegada, como filha do ex-prefeito Darci Accorsi, elas entendem, sim, que o problema não está em um único partido político”, sustentou.

Em uma estimativa da petista, a cada 100 pessoas com quem conversa, apenas uma fala e a questiona sobre seu partido. “E não me hostilizam, de forma alguma, são muito respeitosos. Demonstram certa preocupação, do tipo: ‘Mas por que você, tão séria, está nesse partido’?”, conta. A resposta é sempre: “Qual partido, hoje, não tem integrantes envolvidos em denúncias de corrupção? É um problema do ser humano, não de um partido político.”

Adriana brinca que, às vezes, pede para que seu interlocutor lhe aponte um partido completamente “íntegro” que ela se filiará imediatamente. Na maioria das vezes a resposta é o silêncio, seguido de uma risada de descontração por parte dela. “Não vejo como um problema, não. Meu maior desafio mesmo é mostrar para as pessoas que eu serei uma boa gestora, que saberei cuidar da nossa cidade.”

Entre as propostas que pretende apresentar para a população durante a campanha estão a recriação do Cidadão 2000 — que foi instituído por seu pai, quando prefeito — e o aperfeiçoamento do Orçamento Participativo — “marca registrada” de administrações do PT em municípios.

A pré-candidata diz que reviver o Cidadão 2000 é um “sonho de vida”. O projeto foi criado em 1993 pelo então prefeito Darci Accorsi (PT) para atender crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social, prestando atendimentos diversificados em três áreas: prevenção, proteção integral e inserção de adolescentes em empresas.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.