Adeus Fusca! Volkswagen encerra produção global do modelo

Última unidade foi produzida em Puebla, uma fábrica mexicana, na semana passada. Modelo foi vendido pela montadora alemã por 74 anos

Funcionários da fábrica mexicana, em Puebla, se despedem da última unidade produzida no mundo | Foto: Divulgação

A montadora alemã Volkswagen encerrou a produção do modelo Fusca, na semana passada, após determinação da diretoria mundial na Alemanha. O modelo foi concebido pela montadora em 1935 e vendido desde então, por 74 anos, em todos os países do mundo. A última unidade, de número 65, foi montada na quarta-feira, 10, e fotografa pelos funcionários da montadora em Puebla, no México, com direito a abraços e uma faixa de “Obrigada, Fusca. Tchau, tchau, Fusca”.

A montadora vendeu 21 milhões de unidades no planeta ao longo desses 74 anos. As últimas unidades serão vendidas exclusivamente pela internet, com preço sugerido de US$ 21 mil dólares. Os 65 últimos modelos virão com uma placa comemorativa na lateral e a numeração de sua unidade. 

História no Brasil

O Fusca chegou ao Brasil em 1959 e começou a ser produzido na fábrica de Anchieta, em São Bernardo do Campo (SP). Devido a resistência e durabilidade do modelo, o então carro-chefe da montadora virou líder de vendas até 1983.

Apenas no Rio de Janeiro, o Departamento de Trânsito da cidade (Detran-RJ), registrou 245.749 Fuscas regularizados e em circulação pelo Estado. Do total, 380 são de colecionadores com a famosa placa preta.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.