Acusados de estupro coletivo em Niquelândia são condenados

Maior pena chega a nove anos de prisão. Grupo ameaçou vítima com uma faca e a levou para a casa dela, onde a violentaram

Três homens foram condenados por estuprar uma menor de idade na cidade de Niquelândia, a 304 km de Goiânia. Mizael Ferreira dos Anjos e Joel Barbosa Santiago cumprirão pena de nove anos e quatro meses, enquanto o terceiro envolvido, Jônatas da Silva Santos, cumprirá oito anos e oito meses em regime fechado. Também havia um menor envolvido no crime.

De acordo com as investigações, Mizael e o menor abordaram a jovem na rua na madrugada do dia 21 de março de 2013. Eles ameaçaram a vítima com uma faca e obrigaram a jovem a seguí-los até sua residência.

Os dois teriam amarrado as mãos e os pés da menor para ir de encontro com Joel e Jônatas. Quando retornaram à residência, os quatro começaram a violência sexual contra ela. A decisão do Tribunal de Justiça de Goiás (TJGO) levou em conta o fato de os quatro acusados terem cessado os atos de violência somente quando a Polícia Militar chegou ao local, devido aos gritos da vítima.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.