Liderado pelo CIRA, órgão de combate à sonegação, ação gerou ingresso de montante à Goiás

Em acordo firmado pelo Comitê Interinstitucional de Recuperação de Ativos do Estado de Goiás (CIRA), o Governo de Goiás conseguiu ingresso de aproximadamente R$ 5,4 milhões no cofres do Tesouro. Ação junta a Cifarma Científica Ltda, foi possível após esforços conjuntos.

O CIRA, que atua no combate à sonegação e à concorrência desleal, é formado por integrantes das secretarias da Economia e Segurança Pública, Procuradoria Geral do Estado (PGE) e Ministério Público.

“Em tempos de necessidade de presença do Estado em forma de políticas públicas, o CIRA redobrou esforços para alcançar acordos que revertam em numerários para os cofres públicos”, pontua a auditora fiscal Gabriela Vitorino de Sousa, que ocupa a Secretaria-Geral do CIRA.

A presidente do grupo diretivo do comitê, a secretária da Economia, Cristiane Schmidt, ressaltou a importância da ação. “É de fundamental importância a atuação do CIRA para combater a sonegação e evitar a concorrência desleal que contamina o mercado. A parceria entre o Executivo e o Judiciário mostra que estamos no caminho certo”.