Acionista da Cosan e família morrem em queda de avião em Piracicaba

O avião, que havia decolado do aeroporto local com sete ocupantes, explodiu e pegou fogo após a queda

Empresário e acionista da Cosan Celso Silveira Mello Filho | Foto: Gustavo Annunciato/Câmara Municipal de Piracicaba

O empresário e acionista da Cosan Celso Silveira Mello Filho, sua esposa e três filhos morreram na queda de uma aeronave King Air 360, na manhã desta terça-feira, 14, em Piracicaba, no interior de São Paulo. O avião, que havia decolado do aeroporto local com sete ocupantes, explodiu e pegou fogo após a queda.

Além da família Silveira Mello, o piloto do avião e o co-piloto também morreram. Celso Mello era acionista e irmão do presidente do Conselho de Administração da Cosan, Rubens Ometto Silveira Mello.

O grupo Cosan é um dos maiores conglomerados sucroalcooleiros do mundo. A aeronave caiu em uma área de mata. Houve explosão e incêndio. De acordo com o Corpo de Bombeiros, o avião saiu do aeroporto de Piracicaba com destino ao Pará. A queda aconteceu cerca de 15 segundos após a decolagem. As causas do acidente são investigadas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.