Ação do MP-GO busca aumentar adesão à campanha nacional de vacinação

“D” da vacinação será neste sábado (18/8)

O Ministério Público de Goiás está fazendo um esforço conjunto de reforço à Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo e Poliomielite, cujo dia “D” da vacinação será neste sábado (18/8). Por iniciativa do Centro de Apoio Operacional da Saúde, foi encaminhado material de apoio com modelos de portaria, ofício e recomendação às Promotorias de Justiça de todo Estado por meio de ofício circular com sugestão de atuação.

Em adesão a esta proposta, várias promotorias, a exemplo da 53ª Promotoria de Justiça de Goiânia e Promotorias de Justiça de Niquelândia e Pires do Rio, informaram e enviaram cópias das recomendações encaminhadas às Secretarias Municipais de Saúde.

Conforme detalhado no ofício enviado aos promotores, o Ministério da Saúde está em alerta com a redução nas coberturas vacinais do País nos últimos três anos e tem advertido sobre o risco da volta de doenças que já não circulavam no Brasil, como é o caso do sarampo e da poliomielite. Ainda segundo o documento, fatores como o desconhecimento individual de doenças já eliminadas; horários de funcionamento das unidades de saúde incompatíveis com as novas rotinas da população; circulação de notícias falsas na internet e em redes sociais causando dúvidas sobre a segurança e eficácia das vacinas, e a inadequada alimentação dos sistemas de informação, têm contribuído para redução das coberturas vacinais nos últimos.

Além disso, é apontado que já foram registrados mais de 1 mil casos de sarampo, em especial na Região Norte do País e também nos Estados do Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e São Paulo, e que também há risco do reaparecimento de casos de poliomielite no território nacional. “É necessário intensificar junto às Secretarias Municipais de Saúde a importância da Campanha Nacional de Vacinação para atrair o público-alvo, tendo em vista a diminuição da cobertura vacinal”, reitera o documento.

Em Goiás, dados da Secretaria Estadual de Saúde em conjunto com o Ministério da Saúde apontam que alguns municípios estão abaixo da meta de 50% de cobertura da vacinação contra poliomielite e sarampo determinada pelo Programa Nacional de Vacinação (PNI/MS), como as cidades de Abadiânia, Baliza, Faina, Moiporá, Novo Planalto, Ouro Verde de Goiás e Portelândia. (Com Assessoria de Comunicação Social do MP-GO)

Deixe um comentário