Abraham Weintraub processou o pai, em 2012, por conta de patrimônio da família

Novo ministro da Educação, empossado na última segunda-feira, 8, é campeão de buscas no Google

Nesta semana, o ministro da Educação Abraham Weintraub, nomeado na última segunda-feira, 8, faturou o posto de mais pesquisado no Google. Ele, que é economista, inclusive, superou o campeão deposto, Sérgio Moro (Justiça), em oito vezes.

Weintraub foi, inclusive, o tema do primeiro episódio do podcast Funcionário da Semana, da Veja. Durante o programa de áudio, foi revelado, também, que o ministro de 47 anos e seu irmão, Arthur (que também faz parte do governo), processaram o próprio pai, Mauro Salomão Weintraub, em 2012. A ação foi motivada por disputa de patrimônio familiar.

Na petição, os irmãos solicitam a anulação de uma suposta doação de todos os bens do pai à segunda esposa. A Lei determina que seja reservado aos herdeiros 50% do patrimônio. Mauro, em sua defesa, diz já ter feito a divisão necessária.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.