Abertura de empresas em outubro deste ano em Goiás foi a maior em 5 anos

No acumulado do ano, já são 17.760 novos negócios de janeiro a outubro no Estado

Foto: Divulgação

De acordo com a Junta Comercial do Estado de Goiás (Juceg), a abertura de empresas no último mês de outubro em Goiás foi 21% maior do que o registrado no mesmo período de 2017. O índice de novos empreendimentos no Estado em outubro também foi o maior em cinco anos.

A Juceg também registrou 1.719 novas inscrições, contra 1.420 no ano passado. No acumulado do ano (janeiro a outubro) já são 17.760 novos negócios. O presidente da Juceg, Leonardo Fortini, estima que o saldo de empresas abertas em 2018 fique acima do registrado em todo o ano de 2017 (20.018).

O saldo de mulheres à frente de novos negócios também apresentou crescimento: de cada 10 novas empresas que nasceram em solo goiano em outubro, 4 são chefiadas por mulheres (40%). A média mensal, geralmente, é de 30%.

“Com aprimoramento das nossas ferramentas para facilitar o processo de abertura e avanço da economia, o número de aberturas vem crescendo mês a mês e o encerramento está estável. Possivelmente, encerramos 2018 com recorde”, avalia Leornardo.

Dados

Goiânia registrou a maioria dos pedidos de abertura de empresas em novembro (665), seguida de Anápolis (102) e Aparecida (87). Rio Verde (59) e Luziânia (36) aparecem logo em seguida.

Foram registradas em Goiás 708 empresas do tipo individual de responsabilidade Ltda (com apenas um titular); 633 do tipo sociedade empresária limitada (com dois sócios, no mínimo); 367 empresários individuais (aqueles que exercem a atividade econômica em nome próprio e integralizam o seu patrimônio à exploração do negócio); 4 cooperativas; e 3 sociedades anônimas fechadas.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.