À frente da OVG, Gracinha Caiado anuncia revisão das bolsas universitárias

Com objetivo de prevenir fraudes no programa, primeira dama de Goiás pediu retificação dos contratos a Procuradora-Geral do Estado, Juliana Pereira Diniz Prudente

Foto: Rafael Oliveira

Durante o empossamento dos secretários de Estado de Goiás que aconteceu no Centro Cultural Oscar Niemeyer, nesta quarta-feira, 2, a primeira-dama e, que agora está à frente da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG), Gracinha Caiado, falou sobre suas intenções com ao órgão.

O primeiro assunto abordado por ela foi sobre as bolsas destinadas pela OVG aos estudantes carentes. Segundo ela, o benefício precisa ser revisado com objetivo de desfazer e prevenir irregularidades entre os contemplados. O pedido foi feito à Procuradora-Geral do Estado, Juliana Pereira Diniz Prudente.

“Recebi a informação de que há pessoas de fora do estado e até do País recebendo o benefício, que é exclusivo para estudantes em situação de vulnerabilidade social aqui em Goiás”. Para a primeira dama, o levantamento é uma questão de justiça com quem precisa.

“Já tem cerca de 10 meses que ninguém recebe o benefício. Isso me dá oportunidade de recomeçar, apenas com quem realmente necessite desse dinheiro para garantir o seu futuro”, completou Gracinha.

O programa divide as bolsas em parciais e integrais para estudantes que não possuem condições de arcar com o custo de uma faculdade. O benefício e valor conseguido depende da renda do universitário e também do desempenho do aluno na escola.

Durante o evento, Gracinha também disse que outras ações desempenhadas pelo governo serão conduzidas em parceria com a OVG. Segundo ela, já dialogou com os secretários da Saúde , Esporte e Educação para firmar uma parceria  para tirar jovens das drogas e da situação vulnerabilidade social.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.