721 pessoas indiciadas foram presas em maio pela Polícia Civil

Em todo o Estado, mandados de prisão preventiva e temporária foram cumpridos pelas delegacias regionais e especializadas

Foto: Wildes Barbosa

Vice-governador e secretário, José Eliton (PSDB) afirmou que as forças policiais do Estado têm trabalhado em conjunto para trazer resultados sólidos na redução da criminalidade | Foto: Wildes Barbosa

Na Operação Xadrez Merecido, inspirada na operação Xadrez 121 realizada em Anápolis em 2011, a Secretaria Estadual de Segurança Pública e Administração Penitenciária (SSPAP-GO), por meio da Polícia Civil, cumpriu, em maio, 721 mandados de prisão preventiva e temporária contra suspeitos de homicídio e de outros crimes em todo o Estado.

Do total, 527 prisões foram feitas pelas Delegacias Regionais, 152 pelas Especializadas e 42 prisões pela Delegacia de Capturas. Os resultados da operação foram apresentados à imprensa nesta quinta-feira (9/6) pelo vice-governador e titular da SSPAP-GO, José Eliton (PSDB), e pelo delegado geral da Polícia Civil, Álvaro Cássio dos Santos.

José Eliton afirmou os números dessa operação demonstram a eficiência do trabalho da Polícia Civil. “Todas as forças policiais do estado, atuando em conjunto e de forma integrada, têm possibilitado avanços e trazido resultados sólidos.”

O vice-governador parabenizou os policiais pelo “brilhante trabalho” e destacou a o alto índice de resolução dos crimes pela Polícia Civil.

A Xadrez Merecido foi deflagrada no início de maio com a meta de cumprir mandados de prisão temporária e preventiva contra suspeitos e acusados de assassinatos e outros crimes considerados graves, todos ele já indiciados em inquéritos e que permaneciam livres.

De acordo com o delegado geral da Polícia Civil, o trabalho dos policiais resultou em uma média de 23,25 prisões por dia, o que representa quase um foragido capturado a cada hora.

De acordo com a SSPAP-GO, as delegacias que mais se destacaram foram agraciadas com placas e reconhecimento, também os agentes e escrivães mais eficientes em cada equipe. A regional que alcançou melhor desempenho foi a 2ª Delegacia Regional, em Aparecida de Goiânia, que cumpriu 128 mandados de prisão. O delegado titular André Fernandes e o agente Alisson Rafael de Souza receberam as homenagens em nome da equipe.

A segunda colocada foi a 11ª Delegacia Regional de Formosa, que conseguiu cumprir 97 mandados de prisão. A unidade foi a que teve também o melhor índice de eficiência (95,1%), considerando o efetivo policial e o número de mandados cumpridos.

Por isso, o delegado titular Joaquim Santos recebeu, em nome da equipe, dois destaques: o da segunda colocação e o da produtividade. Em terceiro lugar, ficou a 6ª Delegacia de Itumbiara, com 64 prisões realizadas.

As duas Especializadas que mais se destacaram na operação foram a Delegacia Estadual de Repressão a Narcóticos (Denarc), que tem como titular o delegado Alécio Moreira Júnior, e a Delegacia de Investigações de Homicídios (DIH), comandada por Douglas Pedrosa.

Os agentes Venerando Souza Júnior e Luciano Pereira Leite também foram os homenageados em nome da equipe. De forma geral, a Denarc cumpriu 64 mandados de prisão em maio; a DIH, 52. No que diz respeito, exclusivamente, a mandados expedidos pelo crime de homicídios, a DIH obteve o primeiro lugar.

Também participaram da apresentação o superintendente de Polícia Judiciária, Ricardo Torres Chueire, o superintendente executivo de Segurança para Ações Integradas, Emmanuel Henrique Balduíno, o delegado-adjunto da Polícia Civil, Marcelo Aires, e a gerente de Planejamento Operacional da Polícia Civil, Emília Podestà.

A Polícia Civil divulgou outros números relevantes do mês de maio: foram realizadas 362 operações com prisões, 43 com apreensões de armas, e 64 operações com apreensão de drogas. Foram cumpridos 228 mandados de busca e apreensão, 246 pessoas foram presos em flagrante e 67 armas foram apreendidas.

Momento singular

O vice-governador ressaltou que a queda dos índices de criminalidade revela um momento singular para a segurança pública do Estado. De acordo com José Eliton, graças ao trabalho integrado das forças policiais e à dedicação e ao esforço de cada policial isso foi possível. “Tenho orgulho de ter aqui uma polícia que se projeta para ser referência para o país.”

O titular da SSPAP-GO anunciou que toda a frota de viaturas das forças policiais sera trocada e que na segunda-feira (13/6) 700 novos armamentos serão enviados à Polícia Civil no Entorno do Distrito Federal.

Ele lembrou que recentemente foram entregues à Polícia Militar grande quantidade de armamentos pesados e munições, coletes femininos, viaturas e outros equipamentos. “Também já autorizamos investimentos da ordem de R$ 15 milhões para a aquisição de armamentos para as unidades táticas especializadas”, afirmou José Eliton.

A polícia age de forma rigorosa como deve ser a atuação policial e aqui em Goiás o trabalho ostensivo e investigativo contra a criminalidade é uma política de estado, informou o vice-governador. “Não vamos afastar um milímetro das metas que estão estabelecidas; sabemos das dificuldades e das limitações, mas vamos avançar a cada dia”, pontuou. (Com Comunicação Setorial da SSPAP-GO)

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.