118 municípios não registraram homicídios no primeiro semestre

Capital goiana não teve ocorrência de homicídio durante 123 dias durante este período; “Números são fruto de um trabalho de integração e inteligência”, afirmou secretário de Segurança Pública do Estado de Goiás, Rodney Miranda

Foto: Reprodução

Com saldo positivo, o secretário de Segurança Pública do Estado de Goiás, Rodney Miranda, comemora redução de criminalidade em território goiano no primeiro semestre de 2021, frente ao ano anterior. No estado, foram nove dias consecutivos sem ocorrências de homicídios, número que sobe para 17 na capital – e para 123 em dias não consecutivos. Cerca de 118 municípios não registraram nenhum homicídio durante esse período.

Junho, por exemplo, foi considerado o mês com menor número de homicídios dos últimos 10 anos, com apenas 73 casos. Também ganhou grande destaque o aumento de drogas apreendidas: cerca de 25 toneladas, número que pode ser convertido a uma quantidade de 138kg ao dia.

“Esse é um destaque positivo, já que cerca de 70 a 80% dos crimes graves tem relação direta ou indireta com o uso e o trafico de drogas, então isso ajuda a explicar a redução dos demais crimes”, disse o secretário de segurança pública do Estado de Goiás, Rodney Miranda, durante coletiva de imprensa realizada na manhã desta quinta-feira, 8.

Ao todo, de acordo com o levantamento realizado pela secretaria, só no primeiro semestre deste ano ocorreram mais de 14 mil prisões em flagrante, 766,6 mil abordagens policiais e 15,3 mil ações preventivas. Além disso, mais de 2,7 mil armas foram apreendidas, 2.356 mandados de prisão foram cumpridos e mais de 14,7 mil operações foram deflagradas.

No combate à corrupção, desde janeiro deste ano foram deflagradas quatro operações, que promoveram o cumprimento de 33 mandados de busca e apreensão. Nessas ações, foram apreendidos mais de R$ 148 mil, mais de U$ mil em espécie e bloqueados mais de R$ 29 milhões.

Nas regiões rurais, 151 pessoas foram presas em flagrante, 81 foragidos foram capturados, 34 veículos foram recuperados e 167 armas foram apreendidas. Além disso, o Batalhão Rural da Polícia Militar ainda realizou mais de 25,9 mil monitoramentos, 14,2 mil visitas e pôde georreferenciar mais de 11,3 mil propriedades rurais.

De acordo com o secretário, a reorganização do sistema prisional impactou de forma significativa nesses números e promoveu redução de 71% dos homicídios em presídios e 68% as fugas, em relação ao mesmo período em 2020.

“Quando chegamos ao governo, não era incomum presidiários dando ordens para o cometimento de crimes fora da cadeia. Hoje praticamente acabamos com isso. Os presídios hoje são locais de cumprimento e penas, e não locais de lideranças, de planejamentos de ações criminosas fora dos muros. Isso reflete nos bons números que estamos tendo”, afirmou Rodney Miranda. Para o reforço dessas ações, mais de 300 servidores foram convocados ao curso de formação da Polícia Penal.

“Aumentamos a produtividade da polícia. Não aumentamos em números tão expressivos em relação aos anos anteriores, porque temos tido número menor de crimes e criminosos nas ruas”, pontuou o secretário.

Para o secretário, no entanto, não são apenas as reduções nos homicídios que devem ser comemoradas, uma vez que o estado diminuiu em 34% a quantidade de crimes violentos contra o patrimônio, em relação ao mesmo período de 2020. “O destaque, mais uma vez, foi a redução de roubo de veículos (- 32%), ao comércio (- 36%), à propriedade rural (- 37%) e também o roubo à residência (- 41%)”, detalhou.

As ações da Polícia Científica tiveram reconhecimento nacional e receberam o primeiro lugar no cumprimento dos requisitos da Rede Integrada dos Bancos de Perfis Genéticos, segundo lugar em identificação de pessoas desaparecidas e segundo lugar em coincidências de perfis genéticos. Quanto ao crescimento do número de DNAs inseridos no Banco, Goiás foi premiado com o 3º lugar.

“Isso significa que temos uma cidade e um estado mais seguros. Ainda temos crimes acontecendo, então vamos continuar trabalhando com a mesma seriedade, o mesmo empenho para que a gente alcance zero em todos os crimes. Esse sempre foi nosso objetivo e vai continuar sendo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.