Emendas parlamentares e demandas municipais do Tocantins foram pautas discutidas na reunião que aconteceu na manhã desta quinta-feira, 3, na sala de reuniões do Palácio Araguaia, em Palmas. O objetivo do encontro do governador Wanderlei Barbosa (Republicanos) com os deputados federais foi alinhar as principais necessidades dos municípios tocantinenses para uma melhor aplicação dos recursos oriundos de emendas parlamentares.

O governador Wanderlei Barbosa destacou que o governo e a bancada federal aproveitaram a oportunidade para estabelecerem diretrizes para a destinação de recursos que atendem as necessidades dos 139 municípios do Estado. “É importante o diálogo com os parlamentares, tanto aqueles que deixam o mandato quanto os novos deputados. Queremos fazer essa relação institucional com o Congresso Nacional para viabilizar a destinação de recursos para a saúde, a educação, a infraestrutura, a segurança pública e outras áreas. O Governo do Tocantins vai fazer todo o esforço para manter uma boa relação com os nossos representantes e trazer os benefícios que precisamos, para que possamos atender os municípios”, afirmou o governador.

O deputado Vicentinho Júnior (PP) afirmou que esse momento representa um grande avanço para todos os tocantinenses, já que a articulação com o governo possibilita estreitar os laços entre os parlamentares em Brasília e os cidadãos. “Isso é um resultado muito positivo para todos. Precisamos registrar a credibilidade do governador Wanderlei Barbosa. Ele reconquistou essa interlocução do Palácio Araguaia com a bancada federal e hoje, voltamos a conversar e a articular com a equipe de um governo que nos possibilita atender a todos os municípios do Estado de forma indistinta”, ressaltou o parlamentar.

Previsão de atração de R$ 200 milhões

O secretário de Estado do Planejamento e Orçamento, Sergilei Silva de Moura, afirmou que a captação de recursos, por meio de articulação com a bancada, é essencial, já que os investimentos serão revertidos em serviços para toda a população. “Estamos falando aí de um volume de recursos de até R$ 200 milhões, na entrega de serviço à população. Essa busca é no sentido de estabelecer custeio para áreas como a saúde, a segurança pública e a educação. A bancada entendeu o objetivo do governador e se propôs a estabelecer recursos para 2023 no Orçamento Geral da União”, explicou o secretário.

Participaram da reunião os deputados federais Carlos Henrique Gaguim (UB), Eli Borges (PL) e Vicentinho Júnior, reeleitos; e Osires Damaso (PSC), não reeleito e a Professora Dorinha (UB), eleita senadora, além de representantes de várias secretarias estaduais.