TCE pede que ex-prefeita devolva dinheiro usado para pagar viagem e salário do marido

Marido da ex-prefeita de Arapoema era contratado como chefe de gabinete por dois anos, mas recebia salário de Secretário Municipal

O TCE do Tocantins determinou que Lucineide Parizi Freitas, ex-prefeita de Arapoema, devolva aos cofres públicos do município cerca de R$ 50 mil gastos de forma irregular e pessoal. Lucineide, mais conhecida como Professora Lu, ganhou as eleições em 2016 com 33,90% dos votos, mas perdeu no último pleito, e seu esposo Renato de Freitas exerceu durante seu mandato o cargo de chefe de gabinete, todavia, recebia salário de Secretário Municipal, com 13º e férias. O TCE apurou que o valor pago de forma indevida equivale a R$37.873,50.

Além disso, foi feito também a compra de passagens aéreas com dinheiro da prefeitura para Renato ir ao Panamá, no entanto, o Tribunal de Contas constatou que a viagem não teria relação alguma com o município, inclusive o marido da prefeita não chegou nem a embarcar. O prejuízo foi no valor de R$ 11.866,36.

Em abril de 2020, equipamentos e máquinas agrícolas foram apreendidos pela Promotoria de Justiça por estarem supostamente sendo usados de forma irregular e para fins pessoais na propriedade da Prefeita. Na época, o jurídico da prefeitura informou que as máquinas estavam no local para arrumar a estrada de um percurso escolar, e que seriam guardadas. Afirmou também que de maneira alguma foram usadas para fins pessoais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.