Sessão na Assembleia vira campo para críticas ao IPTU

Deputado Eli Borges (Pros) foi um dos parlamentares que cobrou coerência da administração municipal da capital quanto à elevação do IPTU

Deputado Eli Borges: “Aumento do IPTU pesa no bolso dos palmenses” | Foto: Clayton Cristus/Assembléia Legislativa do Tocantins

A sessão ordinária de quarta-feira, 7, da Assembleia Legislativa do Tocantins foi marcada pelas críticas ao aumento de impostos de Palmas, além de reclamações quanto ao constante aumento do gás de cozinha e combustíveis. O deputado Eli Borges (Pros) foi um dos parlamentares que cobrou coerência da administração municipal da capital quanto à elevação do Imposto Predial e Territorial urbano (IPTU). Para ele o imposto, que aumentou 211% em 2018 e teve alterações em sua cobrança outras vezes na atual gestão municipal, está pesando no bolso dos palmenses. Eli Borges disse que a gestão está exagerando nos reajustes.

Ele também mencionou o au­men­to do Imposto de Trans­mis­são de Bens e Imóveis (ITBI), tributo municipal que deve ser pago após a aquisição de imóvel. “Nos­sa proposta é para a redução de alíquotas e suspensão dos aumentos desses impostos, pois o cidadão não suporta mais pagar a alta car­ga tributária. Palmas se tornou uma indústria de multas e impostos”, ressaltou.

Os deputados Zé Roberto (PT) e Wanderlei Barbosa (SD) con­cordaram com as críticas feitas à administração de Palmas. Pa­ra Wanderlei, o aumento do IPTU afe­ta principalmente o setor em­pre­sarial e comercial, que mais in­ves­tem na capital.

Já o deputado Paulo Mourão (PT) aproveitou a discussão para ex­por a sua insatisfação com a cons­tante elevação dos preços do gás de cozinha, gasolina e óleo die­sel. Para Mourão nada justifica os aumentos. “Esse desequilíbrio de preços reflete a má gestão do go­verno Temer, que governa para as instituições financeiras e se es­que­ce do povo”, criticou. Já o de­pu­tado José Bonifácio (PR) destacou que, apesar da insatisfação geral, falta reação ou mobilização popular contra essas medidas.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.