Senadora reúne-se com prefeito de Praia Norte e empresários do Ecoporto para discutirem sobre o empreendimento no Bico do Papagaio

Conforme a senadora, já existem vários grupos empresariais de porte querendo instalar-se no Bico como a Alpargatas, a Fiagril e indústrias de papel e celulose

Reunião EcoPorto Praia Norte 01

Foto: Assessoria de Imprensa

A senadora Kátia Abreu, o prefeito de Praia Norte, Jader Pinheiro, e o responsável técnico pelas obras do Ecoporto Praia Norte, Melquisedeque Correa, reuniram-se nesta sexta-feira (21/11), em Palmas, para discutirem os próximos passos do Ecoporto que já se encontra com cerca de 20% concluídos, nesta primeira das oito fases da obra. O empreendimento está sendo construído numa área de 75 hectares naquele município para aproveitamento do corredor da hidrovia do Tocantins, em fase de implantação.

Na reunião, a senadora expôs a intenção da presidente Dilma Rousseff (PT) de implantar no Bico do Papagaio uma Zona de Processamento de Exportação, que terá como logística o Ecoporto da Praia Norte. “Vamos transformar numa Mississipi brasileira dos portos”, salientou a parlamentar, que também adiantou que o projeto de se construir, numa ação conjunta do Sistema S, um grande centro tecnológico na região. Conforme a senadora, já existem vários grupos empresariais de porte querendo instalar-se no Bico como a Alpargatas, a Fiagril e indústrias de papel e celulose.

Kátia Abreu disse ainda que será projetado um Plano de Desenvolvimento de Praia Norte e nos municípios do entorno, com a finalidade de possibilitar o maior número possível de benefícios para os empresários e a população do Bico do Papagaio. “É compromisso da presidente Dilma Rousseff de criar uma ZPE em Praia Norte”, disse Kátia. Com a ZPE os produtos para exportação, produzidos na Praia Norte, serão isentos de impostos, facilitando a atração de investimentos e o aumento do saldo da balança comercial do Estado e do país.

O prefeito Jáder Pinheiro salientou a importância da obra para a região com as novas oportunidades que surgirão, além de manifestar preocupação com as condições de moradia. Kátia Abreu, entretanto, tranquilizou-o dizendo que será feito um estudo justamente para identificar essas necessidades. O prefeito também disse se preocupar com a organização do plano diretor da Praia Norte.

O responsável técnico pelo Ecoporto, Melquisedeque Correa, disse que as obras estão em estado adiantado. “A gente quer a industrialização não só de Praia Norte, mas de todo o Bico do Papagaio”, disse Correa.

Deixe um comentário