A prefeita de Natividade, Martinha Rodrigues Neto, anunciou sua migração de sigla partidária, saindo do Podemos para ingressar no Partido Verde (PV). A homologação da filiação foi realizada pela presidente estadual do partido, a vice-governadora, Cláudia Lelis, na terça-feira, 31. O evento aconteceu no auditório do Hotel Serra Geral localizado na cidade e contou com a presença de lideranças municipais, secretários da gestão e o prefeito de São Valério, Olímpio Arraes.

A presidente estadual do PV classificou como fortalecimento da sigla, a filiação da prefeita. “A vinda da prefeita Martinha vem a fortalecer o PV e também demonstra a credibilidade do trabalho que temos realizado” pontuou a vice-governadora.

Nomeada presidente da comissão provisória do PV em Natividade, a prefeita disse que a mudança de partido não aconteceu de forma aleatória, mas, em prol de toda a comunidade nativitana. “Nós estávamos precisando de representatividade na esfera estadual para viabilizar as melhorias que buscamos para Natividade, a partir de agora cremos que vamos empreender muitas conquistas entre elas a instalação de uma Companhia Independente da Polícia Militar, uma universidade pública e um hospital para Natividade” ressaltou a recém-filiada.

Cláudia Lelis assegurou que o decreto que autoriza a instalação da Companhia da Polícia Militar em Natividade já se encontra na mesa do secretário-chefe da Casa Civil, Télio Leão Ayres. Com relação a um campus universitário, já está encaminhado junto a reitoria da Unitins, a abertura imediata de um polo de ensino a distância (EAD), aproveitando a estrutura do Colégio Agropecuário.
No que concerne à saúde, a vice-governadora disse que vai a Brasília ainda neste mês apresentar a proposta a proposta ao ministro da Saúde e já pretende trazer para Natividade uma ambulância para auxiliar o atendimento até que a estrutura do hospital fique pronta. “O PV está de porta abertas para todos os prefeitos e pessoas que queiram o bem da população” finalizou a presidente estadual.