Prefeitos de Palmas e Araguaína querem disputar mandato tampão

Carlos Amastha e Ronaldo Dimas esperam parecer do Tribunal Regional Eleitoral 

Divulgação

Os prefeitos de Palmas e Araguaína, Carlos Amastha e Ronaldo Dimas, aguardam sinal verde do Tribunal Regional Eleitoral do Tocantins (TRE-TO) para poder disputar a eleição suplementar marcada para o próximo dia 3 de junho.

A eleição atípica, motivada pela cassação do governador Marcelo Miranda e da vice Cláudia Lélis, ainda não teve as regras divulgadas pelo tribunal, o que deve acontecer só na próxima semana.

Amashta e Dimas esperam que o critério da desincompatibilização não seja levado em consideração.

Deixe um comentário