Polêmico empréstimo de R$ 500 milhões é autorizado pela Aleto

Houve inclusão de R$ 1 mi para cada cidade inicialmente fora da proposta

O projeto que autoriza o Governo do Estado a contratar empréstimo de R$ 453 milhões com a Caixa Econômica Federal (CEF) foi aprovado na quarta-feira, 13. Um financiamento específico para a construção da nova ponte de Porto Nacional também obteve aprovação no valor de R$ 130 milhões.

O remanejamento de R$ 45 milhões dos R$ 86 milhões inicialmente previstos para a duplicação de 13 quilômetros da rodovia TO-222, entre Araguaína e o distrito de Novo Horizonte, também foi motivo de debate. Segundo o deputado Elenil da Penha (PMDB), Araguaína sairia fortalecida entre os polos urbanos concorrentes da região, como Imperatriz (MA) e Marabá (PA). Contudo, a maioria dos deputados entendeu que o valor proposto é muito alto, especialmente em meio à crise econômica. Vale lembrar que Araguaína já é destinatária de outra parte dos recursos, com a pavimentação da rodovia TO-243, que liga a cidade ao distrito de Mato Verde, por R$ 12 milhões, e no caso das construções do Hospital Geral e do novo Fórum, contempladas em empréstimo já autorizado com o Banco do Brasil.

Enviada à Casa em dezembro de 2016, a matéria foi questionada em seus valores, direcionamento e viabilidade de pagamento. Dirigentes do Estado e de instituições financeiras foram convidados a esclarecer detalhes técnicos do projeto. A Assembleia incluiu no projeto R$ 1 milhão para cada município e cidades antes excluídas foram tratadas com igualdade. Para chegar ao valor, os deputados abriram mão de R$ 50 milhões reservados à construção do anexo do Legislativo, obra considerada importante, mas não prioritária.

O projeto aprovado destina ainda R$ 64,89 milhões à pavimentação de 63,5 quilômetros da TO-365, entre Gurupi e o povoado Trevo da Praia, R$ 30 milhões para a pavimentação da rodovia estadual TO-225, entre Lagoa da Confusão e Barreira da Cruz até a divisa com a Ilha do Bananal.

Há ainda recursos previstos para as fases I e II do projeto de infraestrutura urbana nos municípios tocantinenses, respectivamente R$ 141,78 milhões e R$ 67,1 milhões, e mais R$ 59,87 milhões para o financiamento do programa Pró-Transporte, fases I e II.

Uma resposta para “Polêmico empréstimo de R$ 500 milhões é autorizado pela Aleto”

  1. Michel disse:

    Olá Sir / Sra
    Nós oferecemos nossos serviços para pessoas honestas que estão em necessidade de apoio financeiro ou atividades geradoras de renda e criar um futuro melhor com uma taxa de juros de 2% considerado.
    Eu diria que estou pronto para dar ao indivíduo.
    Oferecemos-lhe empréstimos entre particular, de 5.000 € para 10.000.000 € para termos muito simples.
    Estou disponível e disposto a discutir todas as suas necessidades financeiras nas seguintes áreas:

    -Empréstimos imobiliários
    -Empréstimos de investimento
    -Auto empréstimo
    -Consolidação da dívida
    -Linha de crédito
    -Segundas hipotecas
    -Resgate de crédito
    -Empréstimos pessoais

    Não hesite em contactar-nos se você estiver interessado, o período de reembolso entre um para cada ano de acordo com a soma emprestada.
    Nossos termos de empréstimo são:

    – Um formulário para preencher.
    – Um acordo de empréstimo deve ser feita pelo nosso notário
    – Nossos empréstimos estão sujeitos a juros de 2% ao ano.
    – Nossos empréstimos são normalmente pagos por cheque ou transferência bancária.

    Me contactado por mail: [email protected]
    No refrão sério!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.