Pasta da Saúde prioriza o combate ao mosquito da dengue

Secretário estadual de Saúde, Marcos Musafir, em reunião com equipe,  na quarta-feira, 3: “Temos que estar juntos para combater esse mosquito”

Secretário estadual de Saúde, Marcos Musafir, em reunião com equipe,
na quarta-feira, 3: “Temos que estar juntos para combater esse mosquito”
| Foto: Divulgação

O Ministério da Saúde mobilizou na quinta-feira, 4, todos os serviços de saúde do País para combater o mosquito Aedes aegypt. A ação envolve os serviços públicos, privados e filantrópicos. A Secretaria Estadual da Saúde entrou na batalha e as unidades hospitalares estaduais realizarão ações de combate ao mosquito. O secretário estadual da Saúde, Marcos Musafir, destacou que o Tocantins conta com a Sala Estadual de Coordenação e Controle para o Enfrentamento da Dengue, Chikungunya e Zika que atua no apoio a implantação das salas municipais e nas atividades de mobilização. O novo gestor da pasta ressaltou ainda que o momento é de cidadania, e, portanto, responsabilidade de todos. A ação do Ministério da Saúde em todo o País faz parte do Plano Nacional de Enfrentamento ao Aedes e à Microcefalia.

A convocação, diretamente aos gestores das unidades hospitalares, foi feita pelo secretário Marcos Musafir, na quarta-feira, 3. “Temos que estar juntos para combater esse mosquito. Vamos aproveitar esse dia para verificação das instalações, assegurando que os ambientes de trabalho estejam livres do mosquito e que servidores, pacientes e acompanhantes também estejam livres”, reforçou o secretário. Musafir destacou a importância do empenho de todos os diretores hospitalares para que vistoriem as unidades em busca de focos. “É responsabilidade nossa alertar e orientar a população. Precisamos do empenho de todos os diretores de hospitais para que vistoriem as unidades em busca de focos. Um mosquito tão pequeno não pode ganhar do Brasil, vamos observar em nossas casas, nas casas dos vizinhos e vamos conclamar toda a população para que também faça isso. Todo dia tem que ser o Dia D de combate ao Aedes”, afirmou, acrescentando que a mobilização nos hospitais servirá de exemplo e motivação para a população.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.