A passos lentos

“O Tocantins pode dar muito certo, mas está andando a passos lentos”. A frase de efeito é da candidata ao governo pelo Psol, Eula Angelim, dita quando foi sabatinada pela OAB-TO. Isso porque, segundo ela, há um alto nível de corrupção. “O nosso partido e a nossa candidatura não será objeto de troca”, completou a candidata, cujo partido não fez coligação com nenhuma outra agremiação política.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.