Para sair da informalidade

Carlos Alberto Moraes: “Queremos empresários fora da informalidade”

Carlos Alberto Moraes: “Queremos empresários fora da informalidade”

Com o objetivo de facilitar a vida dos empresários tocantinenses, o governo do Estado, por meio da Junta Comercial do Tocantins (Jucetins), tem buscado caminhos para acelerar a implantação da Rede Nacional para Sim­pli­ficação do Registro e da Legaliza­ção de Empresas e Negócios (Redesim) no Tocantins. Para isso, o presidente da Jucetins, Carlos Alberto Dias de Moraes se reuniu recentemente com representantes do Conselho Regio­nal de Contabi­li­dade (CRC) e do Sindicato das Empresas de Serviços Contábeis e das Empresas de Assessoramento, Perícias, Informa­ções e Pesquisas do Tocantins (Sescap).

Segundo Moraes, a reunião teve como objetivo mostrar o interesse da Junta em realizar a efetivação da Redesim para aprimorar o processo de registro de empresas. “Essa é a primeira reunião que estamos fazendo com este objetivo. Depois vamos nos reunir com os prefeitos para mostrar a importância do funcionamento da Redesim. Se facilitarmos o processo de registro, mais empresários vão sair da informalidade e os municípios e o Estado ganham com isso”, explicou.

Alinhar o pensamento entre Sindicato e Junta é fator primordial para que a Redesim passe a atuar de forma eficaz, de acordo com o presidente do Sescap, Ademar Andrade, que destacou a importância do trabalho desenvolvido pela Junta.

O presidente do CRC no Tocantins, Célio Costa, reforçou que o contador é o elo entre empresas e Junta Comercial e enfatizou o propósito da entidade de fortalecer a Rede. “Aproveitamos o momento e estamos colocando à disposição a estrutura do Conselho para aperfeiçoar a Redesim”, garantiu.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.