Palmas tem melhores índices de saneamento básico na região Norte do País

Avaliação do Instituto Trata Brasil aponta que capital tocantinense investiu, proporcionalmente, mais que cidades como Brasília e Curitiba

Pesquisa coloca Palmas em destaque no saneamento | Foto: Divulgação

Segundo avaliação divulgada pelo Instituto Trata Brasil, que mede a qualidade dos serviços de água e esgoto entre as 100 maiores cidades do País, classificou Palmas como o município da Região Norte mais bem colocado no Ranking do Saneamento 2020.

A pesquisa realizada mostra que a Capital do Tocantins investiu o superior à média nos serviços de água e esgoto. Segundo os dados, proporcionalmente, Palmas chegou a investir mais que cidades como São Paulo, Curitiba, Londrina e Brasília. Confira a pesquisa neste link.

A metodologia aplicada considera a atribuição de notas para cada um dos indicadores e o somatório destas resulta no ranking. Os indicadores utilizados permitem avaliar o nível de cobertura dos serviços de abastecimento de água e esgotamento sanitário, melhoria da cobertura e nível de eficiência dos serviços.

Um dos indicadores avaliados na pesquisa mostrou que ocorreu um aumento na cobertura com os serviços de abastecimento de água e esgotamento sanitário na Capital, quando comparados os indicadores dos rankings de 2019 e 2020.

Outro indicador avaliado foi o de perdas de faturamento e a pesquisa demonstrou uma melhoria ao longo do tempo, no entanto, espera-se uma evolução maior. Essas perdas são decorrentes de erros de medição nos hidrômetros, fraudes, ligações clandestinas e falhas no cadastro comercial.

“Em 2019 foram investidos cerca de R$ 3 milhões na troca de mais 30 mil hidrômetros no Município de Palmas pela concessionária que presta o serviço de água e esgoto. Para garantir a melhoria contínua dos serviços de saneamento, a ARP faz o acompanhamento dos investimentos realizados pela Concessionária, tendo como referência as metas dispostas no contrato de concessão e no Plano Municipal de Abastecimento de Água e Esgotamento Sanitário do Município de Palmas”, informou o relatório.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.